UOL Esporte Basquete
 
26/01/2010 - 07h50

Ajudado por duplo-duplo de Varejão, LeBron leva melhor em duelo com Wade

Do UOL Esporte
Em São Paulo

No duelo entre duas das maiores estrelas da NBA na atualidade, LeBron James se deu melhor sobre Dwyane Wade na noite desta segunda-feira. Mesmo atuando na Flórida, o Cleveland Cavaliers conseguiu fazer um jogo parelho e com atuação destacada de seus principais jogadores no final da partida, venceu o Miami Heat por 92 a 91.

James e Wade fizeram um duelo particular dentro de quadra, disputando ponto a ponto a posição de cestinha do jogo, tanto que ambos terminaram o confronto com 32 tentos. Pelo menos no 'scout', vantagem para o jogador da casa, que terminou com um duplo-duplo pegando dez rebotes, contra nove do camisa 23 do Cleveland.

Mas LeBron decidiu na hora certa, enquanto Wade falhou. A quatro segundos do fim, LeBron cavou um falta e converteu os dois lances livres, colocando os Cavs à frente no placar. Na última bola do jogo, faltando 1,1seg para o apito final, Dwyane Wade acabou desperdiçando o arremesso que daria a vitória ao time da casa.

“Viemos com a bola para [o que poderia ser] a última posse”, explicou James, que caiu no meio da torcida ao sofrer a falta decisiva. “Seria uma dor de cabeça para mim isso. Eu só tinha de relaxar, não poderia acelerar as coisas. Foi difícil, mas sabia que eu era capaz de ir lá e conseguir derrubar o time deles.”

O Heat até começou melhor na partida, vencendo o primeiro quarto por dez pontos, mas a reação dos Cavs se iniciou já no período seguinte, quando a equipe tirou seis tentos da desvantagem antes do intervalo e confirmando a virada no segundo tempo de jogo.

Além de LeBron James, o Cleveland contou com grande partida de mais três jogadores. O pivô Shaquille O’Neal marcou 19 pontos, enquanto o armador Daniel Gibson veio com outros 15 tentos. Já o ala-pivô brasileiro Anderson Varejão brilhou com um duplo-duplo de 13 pontos e dez rebotes nos 35 minutos que ficou em quadra.

Com Nenê bem, Nuggets seguem em segundo

O pivô Nenê segue fazendo uma temporada 2009/10 consistente e na noite desta segunda-feira teve outra grande atuação. Com 17 pontos do brasileiro, o Denver Nuggets venceu o Charlotte Bobcats por 104 a 93, jogando em casa, mantendo a segunda colocação da Conferência Oeste, atrás apenas do Los Angeles Lakers, além de alcançar a sétima vitória consecutiva na liga.

BRASILEIROS CULPAM CALENDÁRIO E VIAGENS POR DECEPÇÃO EM LIGA

Os times brasileiros não foram bem sucedidos em suas participações em torneios continentais na temporada 2009/10. Assim como já havia ocorrido na Liga Sul-Americana, as equipes do país ficaram longe da briga pelo título da Liga das Américas e não conseguiram repetir o ótimo desempenho do país no ano anterior.

O técnico do Flamengo, Paulo Chupeta, acredita que um dos motivos para o desempenho ruim foi a diferença de calendário do Brasil para os demais países. “Enquanto os times brasileiros estão em início de temporada, ainda se acertando após contratações, as equipes argentinas estão a todo vapor em sua liga nacional”, disse o treinador.

Além de Nenê, o time do colorado contou com um bom jogo de equipe para sair com o resultado positivo, com outros quatro atletas anotando ao menos 12 pontos. O sem Carmelo Anthony, poupado, o principal jogador do time foi o armador Chauncey Billups, que terminou como cestinha do time e da partida com 27 pontos, além de ter completado um duplo-duplo dando mais 11 assistências em 35 minutos jogados.

Já o Phoenix Suns segue fazendo sua campanha de altos e baixos. Sem o armador brasileiro Leandrinho, que terá de passar por uma cirurgia no pulso e deve desfalcar o time por um mês, a equipe do Arizona perdeu para o Utah Jazz por 124 a 115, jogando em Salt Lake City, mantendo a sétima colocação do Oeste.

A nota positiva da equipe do Arizona foi que o armador canadense Steve Nash, titular do próximo All-Star Game, se tornou o oitavo jogador a alcançar a marca de 8 mil assistências na NBA.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host