UOL Esporte Basquete
 
05/04/2010 - 15h21

Brasileiro Ubiratan Maciel entra para o Hall da Fama do basquete

Do UOL Esporte
Em São Paulo*
  • Após cinco tentativas, ex-jogador brasileiro Ubiratan é eleito para integrar o Hall da Fama do basquete

    Após cinco tentativas, ex-jogador brasileiro Ubiratan é eleito para integrar o Hall da Fama do basquete

Campeão mundial de basquete pela seleção brasileira em 1963, o ex-jogador Ubiratan Maciel, morto em 2002, foi anunciado nesta segunda-feira para fazer parte do Hall da Fama do Naismith Memorial, em Springfield, no estado americano de Massachusetts.

Ubiratan foi indicado para a lista ao lado de astros como Karl Malone, Scottie Pippen e Cynthia Cooper, em anúncio que também homenageou o “Dream Team” dos Estados Unidos, que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1992 com uma equipe formada por astros como Magic Johnson e Michael Jordan.

“As extraordinárias conquistas do eterno Ubiratan deixam o nosso basquete repleto de alegria e orgulho. Bira foi um jogador exemplar, dedicado e brilhante, deixando sua inesquecível marca no basquete brasileiro e mundial. Estar no Hall da Fama é uma homenagem absolutamente justa para quem tanto contribuiu para o esporte”, disse Carlos Nunes, presidente da CBB, após o anúncio.

Depois de cinco indicações, Ubiratan Maciel entra para a seleta lista que também conta com os brasileiros Amaury Passos, Hortência Marcari e Togo Renan Soares, o Kanela, entre os treinadores. Além do Hall da Fama do Naismith Memorial, Ubiratan já estava no Hall da Fama da Federação Internacional de Basquete (Fiba).

Na lista desta segunda-feira também constam as homenagens a Jerry Buss, proprietário do Los Angeles Lakers desde 1979, eleito por contribuição ao basquete, além de Bob Hurley, escolhido como treinador, Dennis Johnson e Gus Johnson como jogadores ao lado de Ubiratan, Malone e Pippen. Como equipe, a seleção olímpica dos Estados Unidos dos Jogos de Roma-1960 também entrou na lista.

“Estamos muito satisfeitos de introduzir à histórica de 2010, um diverso e distinto grupo que inclui seis jogadores, um técnico, um contribuinte e duas equipes de elite”, afirmou John L. Doleva, presidente do Hall da Fama do Naismith Memorial.

A carreira de Ubiratan

Nascido em São Paulo no dia 18 de janeiro de 1944, Ubiratan se destacou com seus 1,99 m de altura jogando como pivô pelas equipes Clube Floresta (SP), Corinthians (SP), Sprungen (ITA), Trianon (SP), Sírio (SP), Palmeiras (SP) e Tênis Clube São José (SP). Aos 17 anos já integrava a seleção brasileira, pela qual conquistou o Mundial de 1963, no Brasil, além da medalha de prata no Mundial de 1970, na antiga Iugoslávia, e dois bronzes no Uruguai, em 1967, e nas Filipinas em 1978.

Ubiratan ainda conquistou a medalha de bronze dos Jogos Olímpicos de Tóquio-1964, além de três medalhas em Jogos Pan-Americanos (uma prata e dois bronzes) e cinco títulos Sul-Americanos. Pelos clubes que passou, ele foi cinco vezes campeão nacional e venceu 11 vezes o Paulista.

Campeão mundial (1963); medalha de prata no Pan-Americano de São Paulo (1963) e bronze na Cidade do México (1975) e em San Juan (1979); pentacampeão brasileiro (1965, 66, 69, 77, 80).

*Atualizado às 16h24

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host