UOL Esporte Basquete
 
06/05/2010 - 13h49

Adicionando defesa ao repertório, Suns acreditam que podem, por fim, bater Spurs

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Alvin Gentry assumiu o comando dos Phoenix Suns na metade da temporada passada. Desde então, o treinador tem trabalhado o setor defensivo da equipe que era conhecida principalmente pelo seu ataque de muitos pontos e definições rápidas.

    Alvin Gentry assumiu o comando dos Phoenix Suns na metade da temporada passada. Desde então, o treinador tem trabalhado o setor defensivo da equipe que era conhecida principalmente pelo seu ataque de muitos pontos e definições rápidas.

Nos últimos anos, os Phoenix Suns aplicaram um estilo veloz, de conclusões rápidas e muitos pontos marcados que encantava o público mas sempre ficava pelo caminho nos playoffs. E por quatro vezes desde 2003, este caminho terminou em San Antonio. Nesta temporada, contudo, o técnico Alvin Gentry adicionou defesa ao repertório da equipe e, após a vitória por 110-102 na última quarta-feira, ficou claro que o novo ingrediente colocou o time do Arizona em condições de finalmente eliminar os Spurs.

Carrascos dos Suns, o time do pivô Tim Duncan foi responsável por quatro eliminações da equipe (2003, 2005, 2007 e 2008) no mata-mata da NBA. Ano após ano, o fôlego para a correria de Steve Nash e companhia acabava no Texas. A chegada do técnico Gendry nesta temporada mudou a postura do time, que continuou apostando no jogo de transição, mas também passou a defender mais e melhor.

“Antes de Alvin nós não trabalhávamos muito a defesa”, afirmou o veterano Grant Hill após a vitória que abriu 2 a 0 na série. “Este verão, Alvin disse que não aceitaria o fato de nós não termos uma boa defesa”, disse o ala, que mostrou os frutos desta filosofia ao segurar o ataque de Manu Ginóbili em apenas 11 pontos. A postura defensiva pode ser vista também na superioridade dos rebotes, 49 dos Suns contra 37 do adversário.

Nash e sua equipe encontraram dificuldades em acertar seus arremessos no início da partida e precisaram abrir mão dos ataques rápidos para cadenciar melhor o jogo. Os Suns acertaram, apenas 7 em 21 chutes no primeiro quarto e encerraram o primeiro tempo com apenas 34,7% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

“Acho que nós sentimos que podemos vencer de maneiras diferentes. Hoje não foi a nossa melhor demonstração de ataque, mas nós tivemos confiança de que iríamos vencer este jogo. Havia a certeza de que nós não estávamos aqui para vencer bonito”, afirmou o armador Steve Nash, após a partida.

Apesar de sair na frente com duas vitórias na série, Nash sabe que ainda não é tempo para perder o foco. “Nós não fizemos nada além de confirmar nossa vantagem em casa. Temos que continuar melhorando e jogando bem porque eles vão jogar melhor. Eles são um time que já passou por isso antes. Nós sabemos do que eles são feitos e precisamos jogar de igual para igual”.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host