UOL Esporte Basquete
 
25/05/2010 - 14h01

Magic ainda precisa superar tabu e Celtics em casa para avançar à final da NBA

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Rashard Lewis, do Orlando Magic, para na defesa de Kevin Garnett (esquerda) e Glen Davis (direita). Ala do time da Flórida tem tido dificuldades para vencer defesa dos Celtics e faz péssima série

    Rashard Lewis, do Orlando Magic, para na defesa de Kevin Garnett (esquerda) e Glen Davis (direita). Ala do time da Flórida tem tido dificuldades para vencer defesa dos Celtics e faz péssima série

Depois de três derrotas seguidas diante do Boston Celtics, a vitória por 96 a 92, na casa do adversário, é uma tentativa do Magic mostrarem que ainda estão vivos na série melhor de sete. Mesmo assim, a equipe da Flórida ainda tem desafios enormes à sua frente, pois precisa superar os Celtics dentro de sua casa mais uma vez e quebrar um tabu histórico: nunca uma equipe da NBA reverteu uma série após estar perdendo por 3 as 0.

“Em algum momento algum time terá que reagir depois de perder por 3 a 0 e vencer a série”, profetizou o técnico Stan Van Gundy, numa tentativa de motivar seus jogadores. A mensagem foi assimilada pelos atletas do Magic que, pelo menos por uma noite, conseguiram fazer frente aos Celtics, graças às boas atuações do armador Jameer Nelson (23 pontos, nove assistências e cinco rebotes) e do pivô Dwight Howard (32 pontos, 16 rebotes e quatro tocos).

“Nós não ganhamos este jogo só para dizer que estamos na série. Nós queremos vencer a série. Nós todos temos que acreditar nisso. Eu falei para os caras colocarem de lado toda a descrença, ansiedade e medo. Nós precisamos seguir jogando”, afirmou o grandalhão Howard, que antes da partida teve uma conversa com Hakeem Olajuwon, bi-campeão da NBA com o Houston Rockets. “Ele me inspirou a continuar jogando”, disse o pivô do Magic.

Para realizar o feito histórico, entretanto, o Magic vão precisar de mais que um belo discurso e inspiração de uma lenda da NBA. A equipe da Flórida ainda precisa confirmar a próxima vitória em Orlando para depois reunir forças para vencer mais um jogo em Boston. Só assim igualaria a série em 3 a 3 e decidiria o sétimo jogo em casa. Antes disso porém, é essencial que dois de seus principais jogadores, Rashard Lewis e Vince Carter, retomem as boas atuações da temporada regular.

Na última segunda-feira, o veterano Carter teve atuação apagada, com apenas três pontos, dois rebotes e duas assistências durante 30 minutos que esteve em quadra. Para se ter uma ideia, sua média na temporada tem sido de 16 pontos por partida.

Já Rashard Lewis vem decepcionando ao longo de toda a série contra os Celtics. Anotando mais de 15 pontos por jogo na temporada, o ala tem sido incapaz de superar a marcação de Kevin Garnett, registrando uma média pífia de apenas sete pontos durante as finais da Conferência Leste. Os 13 pontos do último jogo foram sua melhor marca no duelo contra o Boston Celtics até o momento.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host