UOL Esporte Basquete
 
AP/Winslow Townson

Howard se redimiu de atuação ruim no jogo anterior e comandou a vitória do Magic

25/05/2010 - 00h43

Magic vence os Celtics na prorrogação e segue vivo na final do Leste

Do UOL Esporte
Em São Paulo

MAGIC SE MANTÉM VIVO NA SÉRIE

  • EFE

    Paul Pierce foi um dos cestinhas da partida, mas caiu de produção nos momentos decisivos

  • AFP

    Jameer Nelson acertou dois arremessos de três na prorrogação e foi decisivo para a vitória do Magic

O Orlando Magic se manteve vivo nas finais da Conferência Leste. Mesmo abalado com três derrotas consecutivas, o time da Flórida superou o Boston Celtics por 96 a 92, nesta segunda-feira, em Boston, e levou a série melhor de sete jogos novamente para Orlando.

Após uma partida apagada no jogo 3, o pivô Dwight Howard teve uma ótima atuação nesta segunda-feira. O Superman foi um dos cestinhas do confronto com 32 pontos, apanhou 16 rebotes e ainda abriu espaço para que os homens de perímetro aparecessem bem. O armador Jameer Nelson também foi decisivo com 23 pontos, nove assistências e duas cestas de três na prorrogação.

Nem mesmo a boa atuação de Paul Pierce salvou os Celtics da derrota. O ala terminou com 32 pontos e 11 rebotes, mas caiu de produção nos momentos decisivos. Ray Allen anotou 22 pontos e converteu cinco cestas de três. Já Kevin Garnett marcou 14 pontos e apanhou 12 rebotes.

Precisando da vitória para permanecer vivo na série, o Magic iniciou o confronto desta segunda-feira com uma postura diferente dos jogos anteriores. Mais agressivo, o time de Orlando alternou bem as jogadas de garrafão com Dwight Howard e os chutes de perímetro com Rashard Lewis.

A boa atuação ofensiva do adversário surpreendeu os Celtics, que cometeram muitas faltas no primeiro quarto. Com duas infrações logo no início da partida, o armador Rajon Rondo ficou boa parte do período no banco. Nem mesmo a boa atuação de Paul Pierce impediu que os visitantes encerrassem o quarto com cinco pontos de vantagem.

Os Celtics acertaram a marcação do perímetro do Magic no segundo período, mas Dwight Howard seguiu dando trabalho para a defesa de Boston. Com o pivô chamando a responsabilidade, o Magic impediu que os donos da casa reagissem e a partida ficou equilibrada, com vantagem de quatro pontos para os visitantes antes do intervalo.

O terceiro quarto foi marcado pelo domínio da marcação dos Celtics. Com sua defesa bem postada, os donos da casa fizeram o adversário errar muito e aproveitaram para empatar o confronto. Paul Pierce e Kevin Garnett foram bem sucedidos nas jogadas individuais e fizeram com que Dwight Howard fosse sacado para não estourar o limite faltas. O bom momento fez o Boston liderar o placar por um ponto e passar à frente pela primeira vez desde o quarto inicial.

O Magic voltou a equilibrar o jogo no último quarto e chegou a abrir sete pontos de diferença. Paul Pierce, porém, chamou a responsabilidade de trazer os Celtics novamente para o jogo e deixou o confronto empatado com belas jogadas individuais. O astro ainda teve a chance de definir o jogo no tempo normal, mas perdeu a bola no último segundo e o duelo foi para a prorrogação.

As duas equipes cometeram muitos erros e não pontuaram em metade do tempo extra. Foi quando brilhou a estrela de Jameer Nelson, que acertou dois arremessos de três consecutivos e fez com que o Magic abrisse vantagem no placar. No desespero, os Celtics erraram os arremessos decisivos e não conseguiram impedir a derrota em casa.

Apesar da derrota, os Celtics lideram a série melhor de sete jogos por 3 a 1 e precisam de apenas uma vitória para avançar à decisão da NBA. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), em Orlando.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host