UOL Esporte Basquete
 
Doug Benc/AFP

Howard mostrou sua força defensiva e ajudou o Magic a parar o garrafão dos Celtics

27/05/2010 - 00h30

Magic vence Celtics, diminui desvantagem e fica perto de 'milagre' no Leste

Do UOL Esporte
Em São Paulo

MAGIC SE APROXIMA DO 'MILAGRE'

  • Reuters

    Glen Davis sofreu uma concussão, caiu na quadra e teve que ser amparado pelo árbitro no 3º quarto

  • AFP

    Jameer Nelson mostrou mais uma vez precisão nos arremessos e terminou como o cestinha da partida

O Orlando Magic começa a operar o ‘milagre’ nas finais da Conferência Leste. Após sofrer três derrotas consecutivas e ficar próximo da eliminação, o time da Flórida chegou a sua segunda vitória seguida na série ao vencer o Boston Celtics por 113 a 92, nesta quarta-feira, em Orlando, e se manteve vivo na busca por uma vaga na decisão da NBA.

Caso consiga a virada na série, o Magic terá realizado um feito histórico. Até hoje, nunca uma equipe reverteu uma desvantagem de 3 a 0 em confrontos melhor de sete jogos nos playoffs. A tarefa do Magic, porém, ainda é complicada. A equipe precisa vencer o sexto jogo da série, na próxima sexta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), em Boston, para empatar o duelo e trazer a decisão novamente para Orlando.

Melhor defensor da NBA nos últimos dois anos, Dwight Howard fez valer seus prêmios. O pivô deu show na marcação, obteve cinco tocos, duas roubadas e foi responsável por parar o poderoso garrafão dos Celtics. O astro ainda marcou 21 pontos e terminou como um dos destaques ofensivos da equipe.

Além da força de Howard no garrafão, o Magic ainda contou com a pontaria de seus homens de perímetro. Foram 13 arremessos certeiros de três pontos, com destaque para o armador Jameer Nelson com 24 pontos. Já Rashard Lewis e JJ Redick anotaram com 14 cada.

O ala-pivô Rasheed Wallace chamou a responsabilidade no segundo tempo e foi o principal pontuador dos Celtics, com 21. O polêmico jogador, porém, deixou a quadra no fim da partida após estourar o limite de faltas. Já os outros homens de garrafão não foram bem. Kendrick Perkins foi excluído com duas faltas técnicas, Glen Davis saiu amparado pelos médicos após sofrer uma concussão e Kevin Garnett teve atuação apagada com apenas 10 pontos.

O Magic entrou em quadra disposto a mostrar que a série não iria acabar em Orlando nesta quarta-feira. Os donos da casa apresentaram uma forte marcação no garrafão e anularam ofensivamente Kevin Garnett e Kendrick Perkins. O time da Flórida ainda contou com um ótimo aproveitamento nos chutes de três para marcar 31 pontos no primeiro período e abrir quatro de vantagem no placar.

A entrada dos reservas das duas equipes em quadra não diminuiu o ímpeto do Magic, que se manteve no controle da partida. JJ Redick e Mickael Pietrus acertaram quatro arremessos de três pontos e, com uma defesa forte, os donos da casa chegaram a abrir 14 de vantagem no placar.

Para piorar a situação dos Celtics, a equipe ainda perdeu o pivô Kendrick Perkins, excluído após duas faltas técnicas. O prejuízo dos visitantes só não foi maior graças a Paul Pierce, que chamou a responsabilidade no fim do segundo quarto e ajudou a reduzir a diferença para oito pontos.

O panorama da partida não se alterou na etapa final. Alternando boas jogadas de garrafão com Howard e chutes certeiros do perímetro com Jameer Nelson e Matt Barnes, o Magic voltou a elevar sua vantagem para 13 pontos. Rajon Rondo trouxe novamente a diferença para nove pontos com jogadas individuais que cavaram lances livres para os Celtics.

No fim do período, porém, os visitantes tiveram mais uma baixa no garrafão. Durante uma disputa de bola, Dwight Howard acertou uma cotovelada no rosto de Glen Davis, que caiu no chão e teve dificuldade para manter o equilíbrio ao levantar. Amparado por companheiros e árbitro, o ala-pivô deixou a quadra e não retornou mais.

Os Celtics ainda perderam mais um jogador logo no início do último período. Marquis Daniels levou uma pancada e também teve que deixar a quadra. Já o Magic viu seus jogadores de perímetro brilharem com boas infiltrações e elevaram a diferença para 20 pontos. Desanimados, os visitantes pouco ofereceram resistência ao time da Flórida, que manteve larga vantagem no placar e garantiu sua segunda vitória na série.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host