UOL Esporte Basquete
 
31/05/2010 - 16h49

LNB se reúne terça para decidir sobre local do possível 5º jogo da final

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Antes da confusão generalizada, o Flamengo de Marcelinho (esquerda) realizou uma excelente partida contra o Brasília, do armador Nezinho (esquerda). A equipe da capital federal levou a melhor por 85 a 84, abrindo 2 a 1 na série melhor de cinco.

    Antes da confusão generalizada, o Flamengo de Marcelinho (esquerda) realizou uma excelente partida contra o Brasília, do armador Nezinho (esquerda). A equipe da capital federal levou a melhor por 85 a 84, abrindo 2 a 1 na série melhor de cinco.

O Conselho de Administração da LNB (Liga Nacional de Basquete) irá se reunir nesta terça-feira, às 14h, para decidir sobre o futuro da série final entre Brasília e Flamengo, depois da confusão ocorrida no ginásio Nilson Nelson, após a partida do último domingo. A reunião decidirá medidas para uma possível quinta partida da final que, segundo o regulamento, deve ser realizada novamente no ginásio da capital federal.

Depois da vitória do Brasília por 85 a 84, no terceiro jogo da série melhor de cinco, alguns torcedores invadiram a quadra para comemorar, dando início à confusão generalizada que envolveu jogadores do Flamengo e a torcida local. Nesta segunda-feira, o ginásio foi interditado até que o caso seja julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). Cerca de 14.500 pessoas compareceram ao ginásio Nilson Nelson para a partida entre Brasília e Flamengo.

A entidade pretende avaliar em reunião qual será a melhor alternativa caso a série final chegue ao quinto jogo, no caso, um retorno ao ginásio do Brasília. Segundo sua assessoria de imprensa, a LNB já tomou medidas de caráter disciplinar em relação ao incidente. A Liga enviou um relatório do jogo, súmulas e provas em vídeo ao procurador do STJD. A previsão é que o julgamento aconteça ainda esta semana.

Após a confusão, jogadores e comissão técnica lamentaram o conflito entre cariocas e a torcida local, que ofuscou a qualidade da partida realizada entre os dois finalistas. “Foi muito chato o ocorrido. Estranhei o que aconteceu, pois o Wagner é um cara muito tranquilo, ele está sempre numa boa. Por isso fiquei surpreso com aquela reação dele”, afirmou o pivô Márcio Cipriano, do Brasília.

Flamengo e Brasília se enfrentam novamente na próxima quinta-feira, no HSBC Arena, no Rio de Janeiro. Treinador da equipe visitante, Lula lembrou que no ano passado, a quadra também foi invadida por torcedores que quiseram comemorar com os atletas do Flamengo. “Não foi a primeira partida em que o torcedor entrou na quadra para comemorar com os jogadores, inclusive na final do ano passado na HSBC Arena, a torcida entrou e confraternizou com os jogadores do Flamengo. Nós voltamos para o vestiário e nada aconteceu”, disso técnico.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host