UOL Esporte Basquete
 
01/06/2010 - 14h00

Top 5: Os melhores momentos da rivalidade entre Lakers e Celtics

Do UOL Esporte
Em São Paulo

As finais da NBA colocam novamente frente a frente duas das mais tradicionais equipes da Liga norte-americana: Boston Celtics e Los Angeles Lakers. Para se ter uma ideia da rivalidade e da tradição envolvendo esse confronto, as franquias de Celtics e Lakers somam 32 títulos da NBA em 63 campeonatos, ou seja, mais da metade dos troféus disputados foram para uma das duas equipes. Veja alguns dos melhores momentos deste confronto ao longo da história:

Anos 60: dinastia dos Celtics

Nos anos 50, enquanto os Lakers ganhavam cinco títulos, os Celtics formavam a base de uma dinastia. Sob a direção do lendário técnico Red Auerbach, o time venceu oito títulos consecutivos (1959-1966), cinco deles contra os Lakers, dando início a maior rivalidade da NBA. A equipe contava com grandes atletas, como o pivô Bill Russel (esquerda) e o armador Bob Cousy. A equipe foi responsável por deixar um dos maiores atletas da história dos Lakers, o ala Elgin Baylor, sem um único título em seus 13 anos de carreira.
1972: última chance de uma geração

A redenção dos Lakers viria somente na temporada de 1971/1972. A equipe, já sediada em Los Angeles, amargava 17 anos sem vencer um título da NBA – maior seca de sua história – e seus principais atletas viviam seus últimos momentos na carreira após anos de freguesia para os Celtics. Elgin Baylor (centro) não jogou naquele ano por conta de uma lesão, Jerry West tinha 33 anos e Wilt Chamberlain (direita) 35 anos. O título daquele ano sobre o New York Knicks evitou que uma geração talentosa fosse marcada pela fama de perdedores.
Rivalidade renasce com Magic e Bird

Em 1980, a rivalidade entre as duas equipes seria rejuvenescida com a chegada dos novatos Larry Bird (direita) e Magic Johnson. Na primeira temporada, o carismático armador dos Lakers levou a melhor sobre os Celtics, sendo eleito o MVP das Finais em seu primeiro ano na Liga. A vingança do garoto sisudo do interior viria em 1984, com o título dos Celtics sobre os Lakers e o título de MVP das finais daquele ano. Ao final de suas carreiras, Magic Johnson acumulou cinco títulos com os Lakers, enquanto Larry Bird conquistou três.
Pós-Jordan, brilham Shaq e Kobe

Acima de qualquer rivalidade entre Lakers e Celtics estava Michael Jordan. O astro do Chicago Bulls ignorou as tradições e dominou os anos 90, período em que nenhuma das duas equipes conquistou um título. A saída de Jordan dos Bulls e seguida pela chegada de Shaquille O’Neal a Los Angeles. Com a dupla Shaq e Kobe(esquerda), os Lakers foram campeões três vezes seguidas (2000 a 2002). Em todas as ocasiões, o pivô foi eleito MVP das finais. Enquanto isso, os Celtics já amargavam mais de uma década de jejum de títulos.
Celtics encerram jejum contra rivais

O último capítulo da rivalidade entre Lakers e Celtics aconteceu em 2008. Maior vencedor da história da NBA, os Celtics enfrentariam seu maior rival para encerrar um jejum de títulos que já chegava a 22 anos. Do outro lado, Kobe Bryant (esquerda) tentava provar que poderia vencer um título sem a presença do pivô Shaquille O’Neal. O roteiro não poderia ser melhor escrito para o torcedor dos Celtics. Após uma série de seis jogos, pesou a força coletiva do trio Ray Allen, Kevin Garnett e Paul Pierce, eleito MVP das finais.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host