UOL Esporte Basquete
 
AP Photo

Kobe Bryant foi o cestinha da partida, em noite de grande atuação defensiva

16/06/2010 - 00h38

Com defesa impecável, Lakers vencem os Celtics e forçam 7º jogo das finais

Do UOL Esporte
Em São Paulo

         LAKERS FORÇAM O SÉTIMO JOGO

  • AFP

    Kendrick Perkins deixou a quadra no 1º quarto e deixou o garrafão dos Celtics desfalcado no jogo 6

  • AFP

    Ron Artest mostrou maior agressividade ofensiva e foi importante para a vitória dos Lakers nesta terça

A temporada 2009/10 da NBA será decidida no sétimo jogo das finais. Com uma atuação defensiva impecável, o Los Angeles Lakers se manteve vivo na briga pelo título ao vencer o Boston Celtics por 89 a 67, nesta terça-feira, no Staples Center, em Los Angeles, e empatou a série melhor de sete por 3 a 3.

Ao contrário dos jogos anteriores, a defesa dos Lakers brilhou no duelo desta terça-feira. O time de Los Angeles mostrou grande agressividade na marcação e praticamente anulou o ataque adversário. Foram 52 rebotes a favor do time da Califórnia contra apenas 39 do rival.

Os Lakers também apresentaram uma nova postura no ataque. No jogo 5 da série, Kobe Bryant marcou 38 pontos, mas os demais jogadores dos Lakers tiveram um desempenho ruim. Ciente da necessidade de buscar outras alternativas ofensivas, o time de Los Angeles contou com boas atuações de seus coadjuvantes para complementar a alta pontuação do astro.

Kobe terminou como o cestinha da partida com 26 pontos. O ala Ron Artest fez sua melhor partida na série com 15 pontos, além de grande atuação defensiva. Já o espanhol Pau Gasol mostrou maior agressividade no garrafão do que nos jogos anteriores e marcou 17 pontos, além de apanhar 13 rebotes.

Já os Celtics sentiram a saída de Kendrick Perkins ainda no primeiro quarto. O pivô torceu o joelho direito durante uma disputa de bola e teve que deixar a quadra. Sem o jogador, a equipe teve dificuldade para parar o garrafão adversário. O ala Paul Pierce marcou 13 pontos, ala-armador Ray Allen fez 19 e o ala-pivô Kevin Garnett anotou 12.

Pressionados pela necessidade da vitória, os Lakers impuseram um forte ritmo no início da partida. Os donos da casa mostraram uma forte marcação sobre o rival, que anotou apenas 18 pontos no primeiro período. O time de Los Angeles ainda apresentou uma boa distribuição de jogadas e um grande ímpeto ofensivo de seus coadjuvantes, principalmente de Ron Artest, e abriu 10 pontos de vantagem no fim do período.

O panorama da partida não foi alterado no segundo quarto. As duas equipes colocaram em quadra seus reservas, mas a determinação defensiva dos Lakers continuou a mesma. Nem mesmo a entrada de jogadores como Josh Powell e Luke Walton diminuiu a intensidade da equipe, que sofreu apenas 13 pontos no período. Com 15 pontos de atletas do banco contra nenhum dos Celtics, a equipe de Los Angeles foi para o intervalo vencendo por 20.

Os Celtics acertaram a marcação após a pausa e equilibraram o confronto na maior parte do terceiro período. Ray Allen apareceu bem no ataque e fez com que a equipe tivesse seu melhor aproveitamento ofensivo no jogo. Os Lakers, porém, não permitiram que o rival tirasse a diferença e, com bons arremessos de Ron Artest no fim do período, ampliou sua vantagem para 25 pontos.

Com o resultado definido, ambos os técnicos aproveitaram para poupar seus principais jogadores em boa parte do último período. Os Celtics continuaram com muitos erros nos arremessos e os Lakers aproveitaram para manter sua vantagem e fazer a festa da torcida que lotou o ginásio.

A partida decisiva da NBA será disputada na próxima quinta-feira, às 22h (horário de Brasília), novamente no Staples Center, em Los Angeles. Os Lakers contam com a força de seu ginásio, onde venceram 10 das 11 partidas que disputaram em casa nos playoffs. Já os Celtics tentarão ganhar seu sétimo jogo em 12 disputados como visitantes na pós-temporada.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host