UOL Esporte Basquete
 
14/08/2010 - 20h06

EUA abusam do contra-ataque para atropelar China em jogo-treino em NY

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Em um jogo-treino de luxo realizado neste sábado no Madison Square Garden, a seleção de basquete dos Estados Unidos não teve dificuldades para superar a China por 98 a 51. Pouco cotado para ir ao Mundial da Turquia, o ala Danny Granger mostrou serviço e terminou a partida como cestinha com 22 pontos.

Primeira experiência internacional deste jovem grupo norte-americano, o amistoso teve clima de jogo-treino, uma vez que o placar do jogo era zerado no início de cada período. Ao final da partida, a soma de cada quarto mostrou uma vantagem de 47 pontos para os EUA.

A maior parte deste placar elástico foi construída com contra-ataques, um dos pontos fortes da equipe do técnico Mike Krzyzewski. Os EUA superaram a seleção chinesa em 32 a 4 neste fundamento. Além disso, o treinador norte-americano usou apenas um de seus dois pivôs originais na partida. O jovem JaVale McGee ficou no banco durante todo o jogo, dando lugar ao colega Tyson Chandler. O ala Jeff Green também não foi usado na partida, indicando dois possíveis cortes para o Mundial da Turquia.

Granger acertou três bolas do perímetro para terminar o jogo com 22 pontos. Eric Gordon marcou outros 15 pontos, seguidos por Kevin Durant e Derrick Rose, com 14 e 12 pontos, respectivamente. Pelo lado da China, o ala Yi Jianlian foi o destaque com 13 pontos.

No domingo, os EUA enfrentam a França para encerrar a série de amistosos no Madison Square Garden, em Nova York. Logo depois, a China enfrenta a seleção de Porto Rico.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host