UOL Esporte Basquete
 
26/08/2010 - 12h23

Equipe da NBA obriga Nocioni a desfalcar Argentina no Mundial da Turquia

Do UOL Esporte
Em São Paulo*
  • Andrés Nocioni comunica sua saída do Mundial de basquete. Já na Turquia, o ala foi obrigado pela sua nova equipe, o Philadelphia 76ers, a deixar a competição porque acarretaria riscos de futuras lesões

    Andrés Nocioni comunica sua saída do Mundial de basquete. Já na Turquia, o ala foi obrigado pela sua nova equipe, o Philadelphia 76ers, a deixar a competição porque acarretaria riscos de futuras lesões

O ala Andrés Nocioni não irá disputar o Mundial de basquete pela Argentina. O jogador, que trata de uma lesão no tornozelo, se recuperaria justo em tempo para a competição na Turquia. Ainda assim,  os médicos do Philadelphia 76ers proibiram o atleta de disputar o torneio porque isto acarretaria em um alto risco para a saúde do atleta no futuro. O substituto do jogador será o ala Marcos mata, que atua no Peñarol, equipe da liga argentina de basquete.

Nocioni, que acaba de ser contratado pela equipe dos 76ers para a próxima temporada, sofreu uma torção de nível dois no tornozelo, além de edema ósseo. Segundo o médico da Argentina, Diego Grippo, a lesão impediria qualquer outro atleta de atuar, mas o argentino poderia disputar o Mundial normalmente. Segundo o técnico Sergio Hernández, o ala estava se recuperando com uma intensidade “impressionante e emocionante”.

Sem esconder as lágrimas ao comunicar a notícia, Nocioni afirmou que seu novo time na NBA cuidou dos seus próprios interesses. “Fizeram o que um clube deve fazer: não correr riscos”, mas admitiu que ficou frustrado por saber da notícia apenas dias antes do início do Mundial, que começa no próximo sábado. “O fato é que despedaçaram minha esperança de disputar o Mundial”, disse o jogador que na temporada passada defendeu o Sacramento Kings.

“O Philadelphia exerceu uma nova cláusula que lhe permite o direito de me proibir de participar do Mundial se a lesão aconteceu durante a preparação”, disse o jogador que integrou a campanha do ouro olímpico em Atenas-2004. “Acreditam que minha participação seria de alto risco, já que os problemas poderiam se agravar e produzir outra lesão em longo prazo", afirmou o atleta.

A decisão dos médicos norte-americanos foi baseada em uma ressonância magnética realizada durante o Torneio de Logroño, na Espanha. “Eles aconselham 4 a 5 semanas de inatividade. De fato, eles já consideram que não chegarei em forma para o início da temporada e dizem que se eu jogar o Mundial necessitaria dois meses para me recuperar”, completou o ala argentino.

A baixa de Nocioni é a segunda da seleção argentina. Antes dele, o principal jogador da equipe, Manuel Ginóbili, afirmou que não iria disputar o Mundial para se recuperar fisicamente e passar mais tempo com a família. Nocioni esteve com o grupo durante toda a preparação, mas não disputou os amistosos porque estava se recuperando da lesão.

O técnico Sergio Hernández lamentou o desfalque de última hora, mas entende a decisão do time da NBA. “O Philadelphia é a equipe que depositou confiança nele. Sua carreira está em jogo. Eu disse a ele que tinha que pensar primeiro nele... mas ele nunca pensa primeiro nele, mas sim na equipe”, afirmou o treinador. O substituto de Nocioni será Marcos Mata, ala de 24 anos que atua no Peñarol, da Argentina.

* atualizada às 14h00
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host