Topo

Basquete

NBA aprova, e Charlotte Hornets volta a ter nome clássico após 11 anos

Craig Jones/Allsport/Getty Images
Elden Campbell disputa partida da NBA pelo antigo Charlotte Hornets em 2000 Imagem: Craig Jones/Allsport/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/07/2013 06h52

Na década de 1990, tornou-se comum pelas ruas das cidades brasileiras pessoas andando com blusas e bonés do Charlotte Hornets, uma equipe de médio porte da NBA. O sucesso de vendas dos produtos da equipe da abelha nunca foi explicado, mas poderá voltar nos próximos anos.

Na última quinta-feira, a NBA aprovou, de forma unânime entre os donos de todas as equipes, que o nome Hornets voltará a seu palco original e o clássico Charlotte Hornets voltará a existir, depois de 11 anos - a estreia do nome, de fato, será na temporada 2014-2015.

Desde 2002, a franquia Hornets estava em New Orleans, e neste ano optou por mudar seu nome para Pelicans. Com o nome Hornets livre, Michael Jordan, dono do Charlotte Bobcats, anunciou no último mês de maio que tentaria a volta do nome clássico e, finalmente, conseguiu oficializar a mudança.

"Vamos trazer o zumbido de volta, trazer mais uma vez aquela energia à quadra de basquete e fazer a cidade orgulhosa novamente. Falamos com os donos de cadeiras [do ginásio] e os torcedores e esmagadoramente queriam o nome Hornets de volta", declaro melghor jogador de todos os tempos à época.

Os Bobcats existem há nove temporadas e só alcançaram os playoffs em uma, em 2010 – perderam por 4 a 0 na primeira rodada, para o Orlando Magic.

As cores do Charlotte Hornets original voltarão a ser usadas pela equipe - verde, azul e branco. Porém, o histórico ainda será o dos Bobcats, já que, pelo confuso regulamento de franquias da NBA, toda a história dos Hornets originais está com o Pelicans.