Basquete

Da UTI ao título em 11 meses: jogador surpreende após vencer tumor cerebral

Reprodução/Twitter
Kuric voltou a jogar 5 meses após fazer cirurgias no cérebro Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

02/10/2016 06h00

Poucas pessoas apostavam que após um tumor cerebral e duas cirurgias ele voltaria a jogar basquete. Conquistar um título 11 meses depois de estar na UTI? Muito menos. Mas Kyle Kuric, um norte-americano que joga profissionalmente na Espanha, é daqueles casos que contrariam todas as expectativas médicas e esportivas.

Kuric é ala-armador do Herbalife Gran Canaria e foi eleito na última semana o melhor jogador da Supercopa Endesa, com 34 pontos em duas partidas. Brilhou ao dar o primeiro título da história do clube. Enredo de superação perfeito para um filme de superação, talvez até um pouco “forçado” pela velocidade em que as coisas deram certo.

No dia 1º de novembro de 2015, Kuric desfalcou o Gran Canaria ao sentir forte dor de cabeça. Dois dias depois, durante passagem por Barcelona rumo à Alemanha, foi a um especialista que descobriu a presença de um tumor benigno em seu cérebro. Acabou internado imediatamente. Mais dois dias e ele estava na mesa de cirurgia.

Os médicos, então, preferiram não acenar com sua volta ao basquete profissional. As duas cirurgias no cérebro e a semana na UTI desencorajaram tal plano. Aos poucos, no entanto, Kuric começou a encurtar os prazos estabelecidos: passou por natação, academia e primeiros treinos com bola.

Cinco meses depois das cirurgias, o norte-americano estava novamente em quadra pelo Gran Canaria. Mais de seis mil pessoas foram ver o retorno. Seu time perdeu, mas o que marcou foram as cestas de três e os dedos que ele apontava para a cabeça, protegida por uma faixa, assim que fazia mais pontos.

“O ano passado foi muito duro, mas com a ajuda das pessoas do clube e da minha família consegui seguir em frente. Eu me sinto muito bem. Em alguns detalhes, inclusive, estou melhor que antes”, declarou Kuric.

O fim da temporada passada foi tão bom que ele ainda viajou aos Estados Unidos para disputar torneios de verão pelo Phoenix Suns. E agora, pelo Gran Canaria, acaba de brilhar em um título duplamente histórico: é o primeiro do clube e o primeiro do “novo” Kuric.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Redação
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
AFP
Redação
Bala na Cesta
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
EFE
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Redação
Bala na Cesta
UOL Esporte
Redação
Topo