Basquete

Jordan recebe maior condecoração civil dos EUA de Obama e se emociona

Do UOL, em São Paulo

23/11/2016 08h45

Dois ícones da NBA foram premiados pelo presidente americano Barack Obama com a Medalha da Liberdade, maior condecoração que um civil pode receber no país. Os ex-jogadores Kareem Abdul-Jabbar e Michael Jordan receberam a honra na terça-feira (22), em cerimônia com outras 19 pessoas na Casa Branca. Astro do Dream Team e do Chicago Bulls, Jordan chegou a se emocionar com a homenagem de Obama.

"Quando ele tinha cinco anos, Michael Jordan quase cortou seu dedão do pé com um machado. Naquela época, seu domínio precisava de um pouco de treino", começou Obama, que elencou os grandes feitos do atleta que poderiam não ter ocorrido caso o acidente caseiro tivesse ocorrido.

"Ainda assim, Michael Jordan é mais do que esses momentos, mais do que o melhor jogador dos dois maiores times de todos os tempos, o Dream Team e o Chicago Bulls de 1996. Ele é mais que um logo, que um meme de internet. Mais que um doador caridoso ou um homem de negócios comprometido com a diversidade. Existe um motivo pelo qual você chama alguém ‘o Michael Jordan de alguma coisa’. Michael Jordan é o Michael Jordan da excelência, ele é a definição de alguém tão bom no que ele faz, que todo mundo reconhece. Isso é meio raro”, elogiou o político.

Seis vezes campeão e cinco vezes MVP da NBA, além de campeão olímpico, Jordan  é atualmente o dono de sua própria linha de calçados e roupas, além de ser um bilionário o proprietário do Charlotte Hornets.

Sobre Abdul-Jabbar, Obama lembrou que enterradas foram proibidas no basquete universitário americano por conta da facilidade do que o então jovem tinha para executar o movimento, mas partiu dali para falar do homem que o ex-atleta sempre foi fora das quadras.

"O motivo para honramos Kareem é mais do que um par de óculos e seu sky hook [marca registrada dele como jogador]. Ele lutou por sua fé muçulmana quando não era fácil nem popular. Ele está confortável tanto fazendo um sparring com Bruce Lee, quanto se manifestando no Capitólio, ou escrevendo com uma eloquência extraordinária sobre patriotismo. Fisicamente, intelectualmente e espiritualmente, Kareem é único. Um americano que ilumina nossas mais básicas liberdades e nossas maiores aspirações", afirmou.

Além deles, celebridades como Tom Hanks, Robert Redford, Ellen DeGeneres, Robert De Niro e Bruce Springsteen estiveram entre os 21 premiados.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Bala na Cesta
Redação
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
AFP
Redação
Bala na Cesta
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
EFE
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Redação
Bala na Cesta
UOL Esporte
Redação
UOL Esporte
Bala na Cesta
Redação
UOL Esporte
LancePress
Redação
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
Redação
Redação
UOL Esporte
Redação
Topo