Basquete

Phil Jackson: "A maconha faz parte da cultura da NBA"

REUTERS/Shannon Stapleton
Executivo dos Knicks disse que usou droga nos anos 1970 enquanto lesionado Imagem: REUTERS/Shannon Stapleton

Do UOL, em São Paulo

07/12/2016 11h46

Phil Jackson, presidente de operações do New York Knicks e técnico com mais títulos da história da NBA (11), afirmou na terça-feira (6) que o uso da maconha faz parte da cultura da maior liga de basquete do mundo. A declaração foi dada ao canal CBS e veio acompanhada da informação de que, quando jogador nos anos 1970, o ex-ala-pivô utilizou a droga enquanto se recuperava de uma lesão nas costas que o manteve um ano fora das quadras.

O hoje executivo explicou a situação vivida nos Estados Unidos, onde diversos Estados têm aprovado o uso da maconha, seja para fins recreativos ou médicos, e a comparou com como a droga é tratada nas regras da NBA, como uma das substâncias consideradas ilegais nos testes antidoping.

“É uma decisão que será feita pela nossa população em algum momento. Eles vão vir e tomar essa decisão para gente, eu acho, em vez de legislações tentarem tomar a decisão. T parar isso na NBA. Não fomos capazes de parar na NBA. Isso continua e é parte da cultura na NBA, é algo que vamos ter que acomodar ou então encontrar alguma outra forma de lidar com isso”, declarou Jackson.

O ex-jogador lembrou também dos seus tempos de atleta e mencionou que a maconha o ajudou na recuperação da cirurgia nas costas, embora não estivesse usando-a na época com essa finalidade.

“Eu tive cirurgia nas costas e no ano que eu fiquei de fora, eu fumei maconha durante aquele período. Eu acho que foi tanto uma distração para mim como um analgésico. Mas eu nunca pensei nela como uma medicação para dor naquele tipo de situação. Eu sei que em questões oftalmológicas, digestivas em outras coisas, eu acho que é bem valorizada”, disse.

A liberação do uso da droga para tratamentos médicos tem sido discutida na NBA e principalmente na NFL, onde os atletas convivem com lesões sérias e pancadas que causam dores agudas e recorrentes aos jogadores. A NBA pode ter uma mudança em breve, já que o sindicato dos atletas negocia com a liga uma convenção coletiva de trabalho.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Redação
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
AFP
Redação
Bala na Cesta
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
EFE
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Redação
Bala na Cesta
Topo