Basquete

Magic Johnson ataca medida de Trump: "não pode ser apenas um ditador"

Sean M. Haffey/Getty Images/AFP
Imagem: Sean M. Haffey/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

30/01/2017 13h57

O veto de Donald Trump à entrada de estrangeiros de sete países nos Estados Unidos causou impacto na NBA e tem sido alvo de críticas de todas as partes. Magic Johnson, ex-jogador da liga, chamou a medida de “não-americana” ao TMZ Sports e reclamou da atuação do político.

“Ele precisa aprender que não pode ser apenas um ditador. Nunca tivemos um presente assim. Sempre tivemos presidentes que aproximaram as pessoas. Isso é o que precisamos neste momento”, opinou o ídolo do Los Angeles Lakers.

“É errado discriminar pessoas. Temos grandes amigos muçulmanos aqui, fazendo grande trabalho, sendo grandes americanos. (Essas decisões) não representam quem somos como americanos. Nossos irmãos e irmãs que são muçulmanos ou latinos... e até não levando nós negros com o mesmo respeito, então não é um bom momento. Maltratando mulheres...”, lamentou.

O ex-jogador disse esperar que o presidente tenha uma mudança de atitude, pois seu comportamento na primeira semana de presidência não condiz com o cargo.

“Eu rezo para que algo clique na cabeça dele ou que que alguém que possa entrar no gabinete dele e falar com ele, porque isso não é certo. Parar pessoas de entrar no país. Não é quem somos”, concluiu.

Magic Johnson não foi o único no meio da NBA a atacar a medida de Trump. Steve Kerr, técnico do Golden State Warriors, e Gregg Popovich, do San Antonio Spurs, se mostraram completamente opostos ao veto a muçulmanos.

Kerr, que teve o pai assassinado no Líbano em 1984 por terroristas, disse que a decisão de Trump pode agravar os problemas mundiais com terrorismo.

“Eu diria, como alguém que teve um familiar vítima de terrorismo, que se estamos tentando combater terrorismo por banir pessoas de virem a esse país, de ir contra os princípios desse país e criando medo, que é o jeito errado de abordar isso. Se estamos fazendo algo, podemos estar cultivando raiva e terror”, opinou Kerr após a vitórias dos Warriors no domingo (29), sobre o Portland Trail Blazers.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Bala na Cesta
Redação
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
AFP
Redação
Bala na Cesta
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
EFE
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Redação
Bala na Cesta
UOL Esporte
Redação
UOL Esporte
Bala na Cesta
Redação
UOL Esporte
LancePress
Redação
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
Redação
Redação
UOL Esporte
Redação
Topo