Topo

Basquete

Técnico defende dispensa de brasileiro para ver nascimento do filho

Gaspar Nobrega/inovafoto
Augusto Lima consegue uma enterrada durante a partida entre Brasil e República Dominicana Imagem: Gaspar Nobrega/inovafoto

Do UOL, em São Paulo

20/05/2017 17h13

Técnico do Zalgiris, time de basquete da Lituânia, Sarunas Jasikevicius defendeu a liberação de Augusto Lima, ala-pivô e uma das estrelas da equipe, para acompanhar o nascimento do filho. A franquia está na semifinal do campeonato local e o jogador perdeu a terceira partida do duelo contra o Neptunas para aproveitar o evento pessoal.

Em entrevista, Jasikevicius foi perguntado por um jornalista sobre o que pensa sobre a ausência de Augusto Lima na metade de uma eliminatória para viajar e ver o nascimento do filho. A resposta, em tom de sermão, começou com: "O que eu penso? Eu que o liberei".

"Mas é normal isso, durante uma semifinal?", retornou o jornalista, ao que o comandante rebateu: "Você tem filhos? Quando tiver, entenderá. É melhor experiência do ser humano. Essa é uma boa pergunta. Acha que o basquete é mais importante?"

Confrontado, o jornalista tentou reforçar seu ponto: "É uma semifinal, e isso é importante". "Semifinal? O que é importante?", rebateu Jasikevicius. Mais adiante na conversa, o treinador retomou a argumentação: "Quando você for pai, entenderá o que é o mais importante na vida. Venha a mim e me diga, porque é a melhor coisa do mundo". 

"Acredite: nem títulos e nem nada mais. Augusto Lima está no céu emocionalmente e estou feliz por ele", prosseguiu. 

O brasileiro agradeceu no Twitter pela liberação e comemorou a vitória do time em sua ausência. Agora, o confronto está 2 a 1 para o Zalgiris. 

"Obrigado pelas mensagens de carinho à minha família e ao clube por ter me liberado. Agora vamos pelo jogo quatro!", escreveu na rede social. 

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!