Basquete

Astro da NBA encara Rihanna após cesta na final. Depois, ri na coletiva

Do UOL, em São Paulo

02/06/2017 08h49

Cestinha da vitória do Golden State Warriors sobre o Cleveland Cavaliers por 113 a 91, nessa quinta-feira (1º), no primeiro jogo da final da NBA, Kevin Durant chamou a atenção ao encarar Rihanna, que assistia à partida, após converter cesta de três pontos. Há dois anos, o ala foi o protagonista de um estudo estatístico que media a influência estatística da cantora em atletas e times da liga profissional americana.

No jogo dessa quinta, disputado na casa dos Warriors, Durant anotou 38 pontos, oito assistências e oito rebotes e ajudou a equipe californiana a abrir 1 a 0 na final da NBA. O desentendimento com Rihanna começou no terceiro quarto, quando o time mandante vencia por 83 a 68 e o ala cobrava lance livre.

Em suposta tentativa de provocar Durant, Rihanna teria gritado "brick", que em português significa “tijolo”, gíria americana para arremessos mal executados. Logo após a cobrança, o ala olhou diretamente para o lugar em que a cantora estava sentada.

Depois, no quarto período, Durant converteu a cesta de três pontos que fez os Warriors abrirem 105 a 84 sobre os Cavaliers perto de onde Rihanna estava sentada, voltando a olhar para a cantora.

Na entrevista coletiva pós-jogo, Durant, que estava sentado ao lado de Stephen Curry, foi perguntado sobre o caso. Os dois jogadores caíram na risada.

"Não caia nessa armadilha cara", aconselhou Curry.

"É, não vou entrar nessa. Estou tranquilo", respondeu Durant.

A parte curiosa é que o ala dos Warriors já foi o protagonista de um estudo estatístico envolvendo Rihanna e a NBA. Como a cantora é presença frequente em partidas da liga profissional americana, o site americano "Triangle Offense" resolveu medir em 2015 seu impacto em times e atletas. Por exemplo: quando a estrela estava vendo a partida, os times da casa venciam em 66,7% das vezes, contra 60,6% que representaram a média geral daquela temporada.

Entre os jogadores, Durant, então jogador do Oklahoma City Thunder, foi quem teve o impacto mais positivo. Com Rihanna em quadra, o ala fez 35,5 pontos e coletou 8,5 rebotes por jogo, com 50,5% de aproveitamento nos arremessos de quadra. As médias gerais do jogador naquela temporada foram de 31,56 pontos e 7,68 rebotes por partida, com 49,4% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Se Rihanna continuar assistindo às finais, os Warriors têm um trunfo a mais na briga pelo título. É o que dizem os números.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
AFP
Redação
Bala na Cesta
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
EFE
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
UOL Esporte
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Redação
Bala na Cesta
UOL Esporte
Redação
UOL Esporte
Bala na Cesta
Redação
UOL Esporte
LancePress
Redação
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
Redação
Redação
UOL Esporte
Redação
Bala na Cesta
Topo