Basquete

Bilionário gastou R$ 500 mi em time campeão e constrói 'cidade do basquete'

Manuel Bruque/EFE
Juan Roig comemora título espanhol conquistado sobre o Real Madrid Imagem: Manuel Bruque/EFE

Do UOL, em São Paulo

23/06/2017 04h00

O que leva um empresário a investir cerca de R$ 500 milhões em um time de basquete que nunca foi campeão nacional e insistir com o projeto durante 30 anos? No caso de Juan Roig, a explicação inicial, pelo menos, foi a paixão pelo esporte. Oportunidade de negócio e uma das cinco maiores fortunas da Espanha também contam (e muito), mas o embrião do Valencia Basket começou na Olimpíada de 1984.

Beneficiada pelo boicote da União Soviética e da Hungria em Los Angeles, a Espanha conquistou sua primeira medalha olímpica ao ficar com a prata no masculino, perdendo a final para os Estados Unidos. Juan Roig tinha 34 anos e viu a campanha pela televisão. Algum tempo depois, lançou para um amigo, Paco Raga, a ideia de apostar num time de Valencia que representasse a região na seleção.

Dois anos depois da Olimpíada, o Valencia CF desiste de manter o time de basquete, e aí a família Roig materializa o plano de Juan. Auxiliado pelo mesmo amigo Paco Raga, hoje diretor-geral do Valencia Basket, o bilionário espanhol começa a injetar rios de dinheiro no time de basquete.

O investimento, que começou a render títulos em 1998, culminou na semana passada com a conquista da liga espanhola pela primeira vez na história do Valencia. A equipe de basquete é a "menina dos olhos" de Juan Roig no cenário esportivo, mas seus milhões de euros também vão para outras iniciativas.

A mais ambiciosa se chama l'Alqueria de Basket. Com inauguração prevista para o fim deste ano, é uma espécie de "cidade do basquete". Roig já colocou 18 milhões de euros (cerca de R$ 65 milhões) no projeto, cuja infraestrutura terá 13 quadras de basquete (sendo nove cobertas) distribuídas em uma área de 15 mil metros quadrados.

O objetivo é se tornar referência europeia na formação de jogadores. Com instalações de saúde e escolares, a "cidade do basquete" deverá receber mais de mil crianças, sendo que 500 já estão nas categorias de base do Valencia Basket.

Além do novo campeão espanhol de basquete e do audacioso plano de formação, Juan Roig também apoia atletas olímpicos e paralímpicos, patrocina as duas principais corridas de rua da Espanha e construiu uma pista de corrida de 5 km em um jardim de Valencia.

De onde vem tanto dinheiro? Juan Roig é presidente e maior acionista do grupo Mercadona, uma rede de distribuição que conta com mais de 1,5 mil supermercados. Mas todas essas novidades esportivas nasceram mesmo do basquete, numa Olimpíada disputada 33 anos atrás.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
UOL Esporte
Bala na Cesta
Bala na Cesta
EFE
UOL Esporte
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
EFE
Bala na Cesta
EFE
Redação
Redação
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
EFE
Redação
Redação
Redação
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
EFE
Redação
Redação
Bala na Cesta
UOL Esporte
UOL Esporte
Redação
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
EFE
Redação
Bala na Cesta
EFE
Bala na Cesta
Redação
Bala na Cesta
EFE
Redação
Reuters
Bala na Cesta
EFE
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Topo