Topo

Basquete

Primeiro evento de prêmios individuais da NBA ignora times que dominam liga

Jason Miller/Getty Images/AFP
LeBron James, dos Cavaliers, é acompanhado de perto pelos marcadores dos Warriors Imagem: Jason Miller/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

26/06/2017 11h00

Nesta segunda-feira (26), será realizada a primeira edição do NBA Awards, na qual serão anunciados os vencedores dos tradicionais prêmios da liga profissional americana que até o ano passado eram entregues independentemente. Como as eleições tomam como base a temporada regular e são realizadas antes dos playoffs, o Golden State Warriors e o Cleveland Cavaliers, que dominaram o basquete dos Estados Unidos nos últimos anos, estão pouco representados no evento.

A temporada 2016/2017 terminou com os Warriors perdendo somente um jogo nos playoffs e vencendo os Cavaliers na final por 4 a 1. Os vice-campeões foram derrotados apenas cinco vezes durante toda a pós-temporada e apenas uma vez na Conferência Leste.

Warriors e Cavaliers decidiram as três últimas finais da NBA, algo inédito até então. A franquia de Golden State ficou com o título em 2015 e 2017, e a de Cleveland levou o troféu em 2016. No entanto, a dominância recente não se reflete no NBA Awards.

Se Kevin Durant, dos Warriors, dominou os playoffs e foi eleito MVP das Finais, o prêmio de MVP da temporada, considerado o mais tradicional da NBA, não tem representantes de Golden State e nem de Cleveland. Concorrem ao prêmio James Harden, do Houston Rockets, Kawhi Leonard, do San Antonio Spurs, e Russell Westbrook, do Oklahoma City.

Como Harden e Westbrook jogam como armadores, Stephen Curry, destaque dos Warriors, não deve nem sequer ser eleito para a seleção ideal da temporada.

Os técnicos dos times que dominaram a NBA nos últimos três anos também não têm chance de serem premiados. Os concorrentes a melhor treinador da temporada são Erik Spoelstra, do Miami Heat, Gregg Popovich, do San Antonio Spurs, e Mike D’Antoni, do Houston Rockets.

Os Warriors terão dois representantes no NBA Awards. Andre Iguodala vai disputar o prêmio de melhor sexto homem com Eric Gordon e Lou Williams, do Houston Rockets, e Draymond Green vai disputar o prêmio de melhor defensor com Kawhi Leonard, do San Antonio Spurs, e Rudy Gobert, do Utah Jazz.

Enquanto isso, os Cavaliers não têm nenhum jogador brigando por prêmios individuais no NBA Awards. Na melhor das hipóteses, o time pode ser representado na eleição das seleções da temporada – são três, em ordem de importância – ou na seleção defensiva da temporada.

Como consolação, os finalistas podem vencer prêmios que estreiam junto com o NBA Awards neste ano e terão votação popular: melhor assistência, melhor toco, melhor enterrada, arremesso decisivo, melhor desempenho, melhor momento dos playoffs e maior estilo.

Os demais prêmios são resultados de votação com representantes da mídia especializada dos Estados Unidos. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!