Topo

Basquete

Phil Jackson é demitido da presidência do New York Knicks

REUTERS/Shannon Stapleton
Phil Jackson foi contrário à permanência de Carmelo Anthony, desagradando dono da franquia Imagem: REUTERS/Shannon Stapleton

Do UOL, em São Paulo

28/06/2017 09h23Atualizada em 28/06/2017 10h54

Phil Jackson, foi demitido da presidência do New York Knicks. O anúncio da saída ocorreu nesta quarta-feira, em um comunicado oficial do dono da franquia, James Dolan. 

"Depois de uma cuidadosa consideração, concordamos que o Knicks seguirá para uma direção diferente", informou Dolan, em comunicado oficial nesta quarta.

"Phil Jackson é uma das pessoas mais bem-sucedida da história da NBA. Seu legado no basquete é incomparável. Desejamos o melhor e agradecemos seu serviço aos Knicks como jogador e executivo.

Em nota, Jackson disse: “O New York Knicks sempre ocupará um espaço no meu coração. Sou muito grato ao time e à cidade por ter começado aqui minha carreira [gestão]. Estarei sempre em dívida com eles”.

A rescisão do contrato de Jackson havia sido adianta pelo site ESPN. A decisão de retirar o ex-treinador ocorreu na terça-feira à noite, em reunião com James Dolan. O ex-treinador se diz desgastado após defender internamente a rescisão do contrato do veterano Carmelo Anthony.

Carmelo tem mais dois anos de vínculo e não pretende deixar a equipe de Nova York. O dono da franquia, James Dolan, não gostou da postura de Jackson, entendendo que gerou uma desvalorização comercial de Carmelo.

Jackson chegou à conclusão que suas determinações estão incomodando parte do elenco do Knicks. O ex-treinador da NBA ainda tem mais dois anos de contrato.

Jackson gostaria de que Carmelo, de 33 anos, fosse trocado para que o Knicks renovasse seu elenco. Outra decisão do dirigente que contrariou o dono da franquia foi a sugestão em trocar Kristaps Porzingis por outro atleta.

Hoje aos 71 anos de idade, Jackson jogou na NBA entre 1967 e 1980 e defendeu os Knicks em seus 11 primeiros anos na liga profissional americana, sendo duas vezes campeão. Sua carreira mais bem-sucedida, no entanto, foi como treinador. 

O ex-técnico comandou o Chicago Bulls de Michael Jordan que foi seis vezes campeão da liga profissional americana. Depois, ainda venceu cinco títulos como treinador do Los Angeles Lakers. Por isso, é considerado um dos maiores da história.

Como treinador, Jackson imortalizou o sistema de triângulos, com jogo baseado mais na movimentação da bola do que em jogadores carregando-a. Desde 2014, quando assinou com os Knicks para dirigir a franquia, tentou reproduzir o esquema tático, mas não obteve sucesso.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!