Topo

Basquete

Sete astros da NBA podem trocar de time a partir deste sábado

Brian Spurlock/USA TODAY Sports
Paul George, jogador do Indiana Pacers Imagem: Brian Spurlock/USA TODAY Sports

Do UOL, em São Paulo

30/06/2017 18h08

A temporada 2016-17 da NBA acabou de vez nesta semana com a noite de gala das premiações da liga. No entanto, muito pode mudar a partir deste sábado (1º), pois além do período de trocas, as equipes iniciarão as contratações dos chamados “agentes livres” no mercado.

Dois negócios bombásticos foram consumados nas duas últimas semanas: Jimmy Butler foi para o Minnesota Timberwolves em troca de Zach Lavine e Kris Dunn (Chicago Bulls e Wolves também inverteram posições no último draft) e Chris Paul foi mandado para o Houston Rockets por um pacotão de jogadores, com destaque para Patrick Beverley, Lou Williams, Montrezl Harrell e Sam Dekker, reforços do Los Angeles Clippers.

As mudanças de grandes nomes colocaram em segundo plano, por exemplo, a ida do pivô Dwight Howard, outrora uma estrela da NBA, do Atlanta Hawks para o Charlotte Hornets.

O mercadão da NBA, não deve parar por aí, entretanto. O UOL Esporte lista a seguir os jogadores que podem mudar de casa até o início da próxima temporada.

TROCAS

Paul George, do Indiana Pacers

O queridinho do mercado é Paul George, cujo nome é envolvido em rumores há meses. A equipe que aparece com maior força é o Boston Celtics, que de acordo com o “Boston Herald” está intimidado com o preço pedido pelo ala dos Pacers. Com um ano de contrato restante, ele se tornará agente livre ao final da próxima temporada e já declarou que deseja jogar no Los Angeles Lakers. Outros possíveis destinos: Cleveland Cavaliers e Houston Rockets.

Michael Reaves/Getty Images/AFP
Imagem: Michael Reaves/Getty Images/AFP

Carmelo Anthony, do New York Knicks

Capaz de bloquear trocas por uma cláusula em seu contrato com o New York Knicks, o ala Carmelo Anthony chegou a expressar o desejo de deixar o time ao longo da última temporada, após desentendimentos com o então presidente Phil Jackson – demitido nesta semana.

A saída de Jackson melhora o ambiente para Carmelo em Nova York, mas não garante sua permanência. Os Knicks poderiam pagar o que devem ao jogador e encerrar o contrato antes da hora, mas querem algo em retorno por ele. O destino mais apontado pela “ESPN” é o Houston Rockets, porém o Cleveland Cavaliers também está na briga.

Jason Miller/Getty Images/AFP
Imagem: Jason Miller/Getty Images/AFP

Kevin Love, do Cleveland Cavaliers

Elo mais fraco do “Big Three” dos atuais vice-campeões da NBA, o ala-pivô Kevin Love é a melhor moeda de troca do Cleveland Cavaliers. LeBron James e Kyrie Irving são as principais estrelas do time, que não se mostrou páreo para o Golden State Warriors nas finais deste ano. Para tentar melhorar o time, a saída de Love pode ser a chave para a chegada de Paul George e até Carmelo Anthony.

Gary A. Vasquez/USA TODAY Sports
Imagem: Gary A. Vasquez/USA TODAY Sports

DeAndre Jordan, do Los Angeles Clippers

Único dos três grandes nomes do Los Angeles Clippers a ter contrato vigente com a equipe, o pivô DeAndre Jordan é a melhor moeda de troca da equipe. Com a saída de Chris Paul, há sinais de que a franquia pode encaminhar uma reconstrução de seu elenco e, de acordo com a “ESPN”, o time já começou a ouvir telefonemas pelo jogador – embora nomes dos interessados não tenham sido ventilados.

Eric Gay/AP
Imagem: Eric Gay/AP

LaMarcus Aldridge, do San Antonio Spurs

Aposta dos Spurs para preencher o vazio deixado com a aposentadoria de Tim Duncan, o ala-pivô LaMarcus Aldridge vem de uma temporada decepcionante que fez com que a equipe passasse a considera-lo uma moeda de troca. A franquia tentou usá-lo para subir no draft da última semana, de acordo com o “USA Today”, porém não obteve sucesso.

Soobum Im/USA TODAY Sports
Imagem: Soobum Im/USA TODAY Sports

Danny Green, do San Antonio Spurs

Considerado um bom defensor no perímetro, o ala-armador Danny Green interessa ao Cleveland Cavaliers, que conversou com os Spurs para tentar uma troca pelo jogador. Segundo a “ESPN”, no entanto, o acordo não andou pelos pedidos exagerados da franquia texana.

AGENTES LIVRES

Gene Sweeney Jr/Getty Images
Imagem: Gene Sweeney Jr/Getty Images

Gordon Hayward, do Utah Jazz

Destaque do Utah Jazz na última temporada, o ala Gordon Hayward vem de seu melhor ano na carreira e está livre para assinar com qualquer equipe. De acordo com a “ESPN”, o jogador já tem ao menos três reuniões marcadas com franquias da NBA: Miami Heat, Boston Celtics e o próprio Utah Jazz, único que pode oferecê-lo um contrato de cinco anos avaliado em US$ 180 milhões (R$ 596 milhões). Os Celtics têm um fator favorável na negociação: a relação do técnico Brad Stevens com o ala, treinado por ele na universidade de Butler.

Harry How/Getty Images
Imagem: Harry How/Getty Images

Blake Griffin, do Los Angeles Clippers

O ala-pivô do Los Angeles Clippers tinha uma opção de encerrar seu contrato um ano antes do fim – e foi o que ele fez. Atazanado por lesões recorrentes nas últimas temporadas, Griffin terá uma reunião visando uma renovação o único time que ele defendeu na NBA até o momento, que quer sua permanência. Entretanto, o Phoenix Suns já tem um encontro agendado com o atleta neste sábado, de acordo com o jornal “Los Angeles Times”.

Ronald Martinez/Getty Images
Imagem: Ronald Martinez/Getty Images

Outros casos

Os agentes livres não se resumem aos nomes citados acima. Outros de destaque estarão no mercado, como Kevin Durant, Stephen Curry, Andre Iguodala e Shaun Livingston, todos campeões com o Golden State Warriors. Do quarteto, apenas Iguodala teve seu nome vinculado a outros times, mas pode seguir no mesmo lugar.

Fora os campeões, o mercado estará repleto de armadores competentes, como Kyle Lowry, Jrue Holiday, George Hill, Jeff Teague, Derrick Rose e Rajon Rondo.

Quem também terá um período decisivo são os brasileiros da NBA. O trio de pivôs Thiago Splitter, Anderson Varejão e Nenê encontra-se sem time. O caso de Nenê é o mais confortável, já que ele teve momentos de brilho na última temporada pelo Houston Rockets e pode muito bem retornar à equipe, que esvaziou seu elenco após a troca por Chris Paul.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!