Topo

Basquete

Westbrook renova com o Thunder e terá maior contrato da história: R$ 737 mi

Evan Agostini/Invision/AP
Westbrook recebe o prêmio de MVP da NBA da temporada 2016-17 Imagem: Evan Agostini/Invision/AP

Do UOL, em São Paulo

29/09/2017 16h30

O armador Russell Westbrook acertou sua renovação com o Oklahoma City Thunder. O atual MVP da NBA assinou um prolongamento contratual de cinco anos e, segundo a ESPN americana, receberá US$ 205 milhões (R$ 648 milhões) neste período.

Como se tratou de uma extensão do antigo contrato, Westbrook acertou o vínculo mais caro da história da liga, pois os US$ 205 milhões só chegarão ao bolso do atleta a partir da temporada de 2018/19. Ou seja, nos próximos seis anos, Westbrook embolsará US$ 233 milhões (R$ 737 milhões) até a temporada em que ele completar 35 anos.

"Eu disse antes e vou repetir. Não há lugar que eu preferiria estar do que Oklahoma City. Estou honrado de ter a oportunidade de continuar minha carreira com o Thunder. Desde o primeiro dia o apoio que o senhor Bennett (dono do time), Sam (Presti, presidente), Troy e toda organização deram a mim e à minha família tem sido incrível e somos muito gratos. Quando você joga em Oklahoma City você joga diante dos melhores torcedores do mundo, estou ansioso para dar tudo o que tenho, por eles, essa cidade e essa organização. Por que não?", declarou o jogador, após oficializar o acordo, ao site oficial do time.

Havia uma incerteza se Westbrook renovaria seu contrato com o Thunder, equipe localizada no que é chamado um “mercado pequeno” da NBA – Oklahoma City tem pouco mais do que 600 mil habitantes. Com apenas um ano restante de vínculo, o armador vinha de uma temporada histórica, na qual teve um triplo duplo de média por partida: 31,6 pontos, 10,7 rebotes e 10,4 assistências.

Apesar do incrível desempenho individual, o Thunder de Westbrook chegou apenas até a primeira rodada dos playoffs, sendo prontamente eliminado pelo Houston Rockets por 4 a 1 na série melhor de sete. Para esta temporada, no entanto, a equipe mostrou bastante atividade no mercado e realizou duas trocas bombásticas, trazendo como reforços os alas Paul George e Carmelo Anthony, ambos membros da seleção americana de basquete.

A vinda de parceiros qualificados pode ter motivado Westbrook a permanecer na franquia, que perdeu o ala Kevin Durant na última temporada - agente livre, ele optou por assinar com o  Golden State Warriors. 

É possível, entretanto, que o armador fique sem estrelas ao seu lado a partir da temporada 2018/19. Isso porque tanto Paul George quanto Carmelo Anthony têm a opção de não realizarem o último ano de seus contratos no Thunder, testando o mercado da NBA em busca de propostas maiores de outros times.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!