Topo

Basquete

Se ainda jogasse, Kobe diz que ajoelharia durante hino para protestar

Harry How/Getty Images/AFP
Kobe Bryant se aposentou no ano passado Imagem: Harry How/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

07/10/2017 22h44

Kobe Bryant afirmou que ajoelharia durante o hino dos Estados Unidos como forma de protesto se ainda jogasse. O ex-jogador do Los Angeles Lakers se aposentou no ano passado depois de 20 anos na NBA.

"Eu ajoelharia", disse Kobe ao ser questionado sobre o assunto no podcast "The Hollywood Reporter's Awards Chatter".

O gesto de se ajoelhar durante a execução do hino foi feito na temporada passada da NFL por Colin Kaepernick, do San Francisco 49ers, para protestar contra a injustiça racial e à opressão policial contra negros nos EUA.

Já neste ano, a manifestação retornou com força depois que o presidente Donald Trump afirmou que esperava que os donos das franquias da NFL demitissem os jogadores que fizessem o gesto. A declaração logo foi rebatida pela própria liga, que negou qualquer tipo de punição, e os atletas de diferentes equipes iniciaram o protesto durante o hino americano.

A manifestação seguiu em outros esportes, e os atletas do Lakers começaram a entrelaçar os braços durante o hino americano nos jogos da equipe na pré-temporada da NBA.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!