Topo

Basquete

Magic Johnson sela a paz com rival que ajudou a afastar do Dream Team de 92

Reprodução
Magic Johnson e Isiah Thomas: duas lendas do basquete dos anos 80 se reconciliam Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

20/12/2017 09h55

Uma das maiores rivalidades pessoais da história da NBA aparentemente chegou ao fim nesta semana, com a reconciliação entre Magic Johnson e Isiah Thomas, dois dos grandes ícones da liga nos anos 80. Em um encontro com direito a choro e emoção, as duas lendas do basquete fizeram as pazes, depois de décadas de tensão nas quadras e, principalmente, intriga fora delas.

No encontro gravado pela NBA, Magic Johnson pediu desculpas ao ex-desafeto. A rixa com o popular armador do Los Angeles Lakers praticamente eliminou as chances de Thomas, craque do Detroit Pistons, de integrar o primeiro "Dream Team" (Time dos Sonhos), na Olimpíada de 1992. Isso, apesar de Isiah ser um dos mais completos jogadores de sua geração.

"Você é meu irmão. Deixe eu me desculpar com você se eu te machuquei. (Me desculpar) se não ficamos juntos. Deus é bom por nos juntar de novo", afirmou Magic, num pedido de perdão que arrancou lágrimas do antigo adversário.

Nos anos 80, mesmo em times diferentes, Magic e Thomas costumavam ser grandes amigos. Eram rotineiramente vistos em eventos, curtindo juntos a vida social. No entanto, a relação estremeceu em 1988 e 1989, quando Lakers e Pistons se enfrentaram duas vezes seguidas nas finais da NBA – com uma vitória para cada lado.

No jogo 3 da final de 1988, os dois craques da NBA tiveram uma briga em quadra, em cena que marcaria uma virada na relação de amizade.

Bicampeão da liga em 1989 e 1990, o Detroit era um time odiado pelo resto da NBA, principalmente pelo estilo de jogo considerado "sujo". Apesar de ser um dos melhores jogadores da geração, Thomas acabou excluído do histórico Time dos Sonhos de 1992, quando a seleção dos Estados Unidos contou pela primeira vez com os profissionais. Assim, não pôde brilhar nos Jogos de Barcelona ao lado de Magic, Larry Bird, Michael Jordan e outros (Jordan era outro conhecido desafeto de Isiah).

Recentemente, Magic admitiu que colaborou para a exclusão de Thomas ao espalhar uma notícia entre o resto dos integrantes da seleção. Em 1992, a estrela dos Lakers vinha do bombástico diagnóstico de portador do vírus HIV, que abalou o esporte americano. O armador sempre alegou que contraiu o vírus através de uma relação heterossexual. Entre os colegas de "Dream Team", no entanto, reclamava da postura de Isiah, que estaria polemizando a respeito de um rumor de que Johnson era gay ou bissexual. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!