Topo

Basquete

Pioneira na NBA acredita que machismo pode limitar sua oferta de trabalho

Christian Petersen/Getty Images
Becky Hammon em ação durante jogo do San Antonio Spurs contra o Phoenix Suns Imagem: Christian Petersen/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

12/04/2018 13h35

Primeira assistente técnica da história da NBA, Becky Hammon, que trabalha para o San Antonio Spurs, admite que tem vontade de um dia assumir o cargo de treinadora principal de uma franquia da liga profissional americana de basquete. No entanto, a profissional acredita que seu gênero ainda pode ser um obstáculo no caminho para o objetivo.

"Se você não quiser uma treinadora, não contrate uma! Mas se você quiser alguém qualificado e que vai fazer um bom trabalho, então talvez você deva me considerar", disse Hammon, em entrevista à revista americana "The New Yorker'.

Apesar de nunca ter sido vítima de machismo diretamente, a assistente dos Spurs acredita que o problema ainda está presente na NBA.

"Ninguém vai aparecer e dizer ‘estou furioso por você ter conseguido o trabalho, não consigo acreditar’. Não acredito nisso. Há algum ruído que eu sei que acontece, mas ninguém diz isso porque não é politicamente correto dizer", declarou.

Treinador da franquia de San Antonio, Gregg Popovich admite que não sabe se um dia a comandada vai conseguir exercer o cargo.

"Algumas pessoas ficam na liga por 15, vinte anos antes de conseguirem um cargo de técnico principal, isso se conseguirem. Eu digo para ela, muito diretamente, que eu não sei. Eu olho para o nosso país e tenho todo tipo de dúvida sobre todo tipo de coisa, entre elas se ela vai virar uma treinadora", opinou.

Além de ter sido a primeira assistente da história da liga profissional americana, Hammon venceu a Liga de Verão de 2015 como técnica dos Spurs. Com isso, se tornou a primeira mulher a comandar um time e a conquistar um título na NBA. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!