Topo

Basquete

Nenê faz história na NBA e volta à final de Conferência nove anos depois

Gene Sweeney Jr./AFP
Imagem: Gene Sweeney Jr./AFP

Do UOL, com informações da EFE

08/05/2018 23h30

Aos 35 anos, Nenê Hilário igualou seu maior feito na NBA nesta terça-feira (8) ao chegar à final da Conferência Oeste com o Houston Rockets. O pivô brasileiro foi coadjuvante da vitória do time texano sobre o Utah Jazz por 112 a 102, que teve Chris Paul como melhor jogador e cestinha com 41 pontos. A série fechou em 4-1 a favor dos texanos.

Nenê fez sua parte para ajudar a colocar os Rockets entre os quatro melhores da NBA. Na série contra os Jazz o pivô teve números discretos (média de 8,4 minutos, 3,2 pontos e 2,2 rebotes), mas foi importante no rodízio com o titular Clint Capela e funcionou como um ‘tutor’ do suíço de 23 anos. Segundo o técnico Mike D’Antoni, o brasileiro é a voz mais ouvida no vestiário de Houston.

Nesta terça, Paul comandou o triunfo dos Rockets com James Harden (18 pontos) e PJ Tucker (19 pts) como coadjuvantes. Pela franquia de Utah, Donovan Mitchell se destacou com 24 pontos e 9 assistências. O jogo esteve equilibradíssimo, com o Jazz chegando a tirar 11 pontos de diferença e entrando no último quarto na frente, mas Houston voltou à frente com show pessoal de Chris Paul e fechou a série.

Com a vitória, Nenê volta à uma final de Conferência nove anos após alcançá-la. Na temporada 2008-09, o Denver Nuggets de Nenê, Carmelo Anthony e Chauncey Billups venceu o Dallas Mavericks e carimbou lugar na final do Oeste pela primeira vez em 24 anos. Na decisão, porém, os Nuggets foram derrotados pelos Lakers por 4-2 — Kobe Bryant e cia. seriam campeões da NBA naquele ano.

De lá para cá, Nenê Hilário foi ao Washington Wizards em 2011/12 e ajudou o time da capital a se estabelecer entre os melhores do Leste, mas não voltou a figurar no mesmo nível de antes. No entanto, o brasileiro com carreira mais longa na NBA (selecionado em 2002 e último daquele draft a continuar na liga) agora volta ao topo, desta vez com os Rockets.

Final de conferência contra Warriors

Pelo quarto ano consecutivo, o Golden State Warriors disputará as finais da Conferência Oeste, após derrotar o New Orleans Pelicans, na noite de terça-feira, por 113 a 104, encerrando a série das semifinais em 4 a 1.

O duelo final da Conferência Oeste entre Rockets e Warriors é a repetição do duelo da temporada 2014-2015, vencida pelos californianos por por 4 a 1. O primeiro jogo da decisão acontecerá na próxima segunda-feira, às 22h (de Brasília), no Toyota Center, casa dos Rockets.

Para derrotar os Pelicans na Oracle Arena, os Warriors precisaram superar Anthony Davis, que teve uma grande atuação individual, sendo o cestinha da noite e fazendo um duplo-duplo, com 34 pontos e 19 rebotes. Para isso, contou com a mão calibrada de Stephen Curry, que fez 28 pontos.

Outros destaques dos atuais campeões da NBA foram Draymond Green, que ficou perto de um triplo-duplo, marcando 19 pontos, 14 rebotes e nove assistências, além de Kevin Durant e Klay Thompson, com 24 e 23 pontos, respectivamente.

Já nos Pelicans, além de Anthony Davis, Jrue Holiday também fez uma grande partida, conseguindo um triplo-duplo, marcando 27 pontos, distribuindo 11 assistências e pegando dez rebotes.