Topo

Basquete

Bicampeão da NBA, Pau Gasol defende presença de treinadoras na liga

Christian Petersen/Getty Images
Becky Hammon em ação durante jogo do San Antonio Spurs contra o Phoenix Suns Imagem: Christian Petersen/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

11/05/2018 16h22

Nesta sexta-feira (11), Pau Gasol, pivô espanhol do San Antonio Spurs, bicampeão da NBA, publicou carta aberta para defender a presença de treinadoras na NBA. Na franquia texana, o jogador trabalha com Becky Hammon, pioneira na liga profissional americana de basquete.

Contratada pelos Spurs em 2014, Hammon se tornou a primeira assistente técnica mulher da história da NBA. Em 2015, guiou a equipe de verão da franquia de San Antonio ao título da Liga de Verão de Las Vegas e se tornou a primeira mulher da história a comandar um time da NBA e a se tornar campeã de um torneio organizado pela liga americana de basquete.

Neste ano, Hammon foi entrevistada pelo Milwaukee Bucks para o cargo de treinadora principal da equipe e se tornou a primeira mulher da história da NBA a ser considerada para a função. No entanto, junto com o pioneirismo, veio quem dissesse que uma mulher não é capaz de comandar uma comissão técnica na liga profissional americana. É esse pensamento que Gasol combate.

"Se você está fazendo esse argumento para quem realmente jogou basquete de alto nível, você vai parecer muito ignorante. Mas também tenho uma resposta muito simples para isso: eu estou na NBA há 17 anos. Ganhei dois campeonatos, joguei com alguns dos melhores jogadores dessa geração, e joguei com duas das melhores mentes da história do esporte, Phil Jackson e Gregg Popovich. E estou lhe dizendo: Becky Hammon sabe treinar", afirmou Gasol, por meio de carta publicada no site americano "Players Tribune".

"Eu não estou dizendo que ela pode treinar muito bem. Eu não estou dizendo que ela pode treinar bem o suficiente para sobreviver. Eu não estou dizendo que ela pode treinar quase ao nível dos treinadores masculinos da NBA. Eu estou dizendo: Becky Hammon pode treinar um time de NBA. Ponto", completou o pivô, que citou casos em que a assistente ajudou o jovem armador Dejounte Murray a evoluir em alguns fundamentos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!