Topo

Basquete

Acerto com Lakers permite que LeBron chegue a R$ 1,5 bilhão e bata recorde

Maddie Meyer/Getty Images
LeBron James em ação durante jogo do Cleveland Cavaliers, seu ex-time, contra o Boston Celtics Imagem: Maddie Meyer/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

02/07/2018 12h00

Nesse domingo (1º), LeBron James anunciou que aceitou proposta do Los Angeles Lakers para reforçar a franquia a partir da temporada 2018/2019 da NBA. O ala vai assinar contrato de quatro temporadas e valor total de US$ 154 milhões (R$ 593,70 milhões). Se cumpri-lo até o fim, vai se tornar o jogador mais bem pago da história da liga americana de basquete.

Na NBA há 15 temporadas, LeBron já ganhou US$ 233.893.001,00 (R$ 901.704.297,46). Se chegar até o fim do contrato com os Lakers, vai chegar à marca de US$ 387.893.001,00 (R$ 1.495.405.097,46).

O jogador mais bem pago da história da NBA é Kevin Garnett. O ex-ala-pivô jogou na NBA de 1995 a 2016, defendeu Minnesota Timberwolves, Boston Celtics e Brooklyn Nets e ganhou um total de US$ 334.304.240,00 (R$ 1.288.809.706,05) em sua carreira na liga.

O segundo colocado na lista é Kobe Bryant, um dos maiores ídolos dos Lakers. O ex-ala-armador jogou na NBA de 1996 a 2016, sempre pela franquia, e ganhou um total de US$ 323.312.307,00 (R$ 1.246.433.605,95).

Existem duas maneiras de LeBron não bater o recorde com o contrato assinado com os Lakers. O primeiro é caso o jogador opte por sair da franquia ao fim da terceira temporada. Segundo reportagem do site americano "Yahoo", só os três primeiros anos do vínculo são garantidos, e o ala tem a opção de renovação unilateral para o quarto.

O segundo é se LeBron e os Lakers concordarem em rescindir o contrato amigavelmente antes que as quatro temporadas se completem. Mesmo se for dispensado pela franquia de outra maneira, o ala ainda recebe todo o dinheiro a que teria direito até o fim do vínculo.

Vale lembrar que, pelas regras da NBA, LeBron leva o contrato caso seja trocado pelos Lakers. Então, esta possibilidade não é um risco ao seu recorde. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!