Topo

Basquete


Time da NBA cancela treino após astro dar 'chilique' com companheiros

Foslien/Getty Images
Imagem: Foslien/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

11/10/2018 17h30

O Minnesota Timberwolves vive pré-temporada agitada, para dizer o mínimo, a menos de uma semana para sua estreia na campanha 2018/19 da NBA. A equipe cancelou o treino e a entrevista coletiva que estavam marcados para esta quinta-feira (11) para evitar que a indisciplina de Jimmy Butler vire um escândalo ainda maior.

O astro mostrou destempero na última quarta (10), quando discutiu várias vezes em alto tom durante um treinamento. Disparou impropérios contra Karl-Anthony Towns e Andrew Wiggins, dois de seus companheiros de equipe, além do técnico Tom Thibodeau e do general manager Scott Laden. “Você precisa de mim, p..., não podem vencer sem mim”, chegou a dizer ao diretor. De acordo com a imprensa norte-americana, os demais atletas ficaram sem reação diante do ocorrido.

Em entrevista à ESPN dos EUA, o próprio Butler admitiu os gritos, mas se negou a uma retratação. “Vocês têm que entender que não jogo basquete há muito tempo. Sou passional, amo o jogo e não entro em quadra por outra razão que não seja competir e enfrentar o melhor, provar que posso aguentar. Então toda a minha emoção veio de uma vez só. Não foi a melhor forma de fazê-lo, mas não consigo controlar quando estou competindo”, afirmou o ala-armador, que sofreu lesão no joelho em fevereiro e participou da pré-temporada pela primeira vez justamente na quarta-feira.

Questionado se cometeu um erro, Butler negou. “Acho que eu fui honesto, talvez brutalmente honesto. Este é o problema: todos estão tão assustados em ser honestos. Se os jogadores não gostam da maneira como eu lido com os treinos, um deles pode vir até mim, alguém diga alguma coisa”, defendeu-se.

O episódio acontece em seguida a um pedido de troca feito pelo jogador. Uma negociação entre os Timberwolves e o Miami Heat chegou a avançar bastante, mas naufragou nos últimos dias. Jimmy Butler já avisou a franquia de Minnesota que, se não for trocado, pretende sair em julho, quando será agente livre.