Topo

Basquete


Stephen Curry elege as melhores e piores pipocas dos ginásios da NBA

Stephen Curry tem 31 anos - Tom Pennington/Getty Images
Stephen Curry tem 31 anos Imagem: Tom Pennington/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

15/04/2019 15h55

Stephen Curry é um jogador singular e quanto a isso, não há dúvidas. Se dentro de quadra, o astro do Golden State Warriors dá show e chama a atenção de todos, fora dela, não é muito diferente. Além dos já esperados aquecimentos diferentes, com direito a embaixadinhas e arremessos da arquibancada, Curry revelou mais um aspecto de sua rotina pré-jogo: comer pipoca.

Em entrevista ao jornal norte-americano The New York Times, o armador falou sobre sua paixão por pipoca e ainda contou sobre o ranking que fez para eleger as melhores e piores da NBA.

"Sair do ônibus, ir até o vestiário, deixar minhas coisas lá e pegar uma pipoca. Se ela for realmente boa, eu vou comer antes do jogo, no intervalo e quando ele acabar", revelou o craque.

Para o seu ranking, o armador dos Warriors fez então uma escala de pontos de 1 a 5, elegendo a pipoca entre ruim, aceitável, boa, muito boa e sensacional. Os critérios levados em conta foram: o quão fresca e crocante ela é, a quantidade de sal e manteiga, e o quão bem apresentada ela está.

E quem levou o troféu de melhor pipoca da NBA foi o Dallas Maverick, com 24 pontos, em 30 possíveis. O vice-campeão foi o Brooklyn Nets, com 23 pontos e o Miami Heat, com 22, completou o pódio.

A pipoca que ele mais come, a da Oracle Arena, casa do Golden State Warriors, ficou apenas com a nona colocação. E a lanterna ficou com os times de Los Angeles, tanto os Clippers, como os Lakers, com 10 pontos cada.

A média geral das pipocas foi de 16 pontos, pontuação exata de Chicago Bulls, Utah Jazz e Atlanta Hawks.

"Eu considero isso um fator no meu prazer geral de jogar fora de casa. Se sua pipoca é ruim, isso afeta meu humor", completou Curry.

O Golden State Warriors enfrenta o Los Angeles Clippers - o time da pior pipoca da NBA - na primeira fase dos playoffs. No primeiro jogo da série, Curry e companhia venceram por 121 a 104.