Topo

Basquete


Polícia investiga ameaças de morte a dirigente da NBA após troca de atletas

Paul George, durante partida do Oklahoma City Thunder - Alonzo Adams-USA TODAY Sports
Paul George, durante partida do Oklahoma City Thunder Imagem: Alonzo Adams-USA TODAY Sports

Do UOL, em São Paulo

19/07/2019 17h50

A polícia da cidade de Oklahoma investiga ameaças de morte feitas a membros do Oklahoma City Thunder após a equipe da NBA trocar Paul George com o Los Angeles Clippers. Um homem deixou duas mensagens de voz ameaçadoras, de acordo com a emissora "Koco 5".

Na primeira mensagem, o homem critica a troca de Paul George e cita Russell Westbrook, que mais tarde seria trocado com o Houston Rockets.

"Vocês trocam Paul George, mas ficam com Raymond Felton (ala-armador). Vocês continuam com Andre Robertson (ala). Vocês não amam Russel Westbrook? Espero que ele mate todo mundo. Eu quero matar todo mundo", diz o homem na mensagem.

Em outra mensagem, o homem insulta o técnico Billy Donovan e diz que iria bater em todo mundo que trabalha no Thunder. Além disso, ele cita uma bomba e diz que explodiria tudo caso fosse para Oklahoma. No áudio, ele ainda ataca Sam Presti, gerente geral da equipe, e sua família.

O negócio envolvendo Paul George foi fechado no último dia 6. Na troca, o Thunder recebeu o armador Shai Gilgeous-Alexander, o ala Danilo Gallinari e as escolhas dos Clippers de 2022, 2024, 2026, além das de 2021 e 2023 do Miami Heat.