Topo

Basquete


Jogador de basquete é suspenso após exame dizer que ele estava "grávido"

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

05/08/2019 14h04

O jogador de basquete D.J. Cooper, que teve como último clube o Monaco, foi suspenso pela Federação Internacional de Basquete (Fiba, na sigla em inglês) depois que um exame apontou a presença em sua urina de hCG (Gonadotrofina coriônica humana), substância que é produzida durante a gravidez.

Segundo a emissora eslovena "RTV" e o site croata "Index", D.J. Cooper trocou a sua urina pela de uma amiga durante controle antidoping, e por isso o exame deu positivo para hCG, também conhecido como "hormônio da gravidez".

Desta maneira, o jogador foi suspenso até 24 de junho de 2020..

A suspensão de dois anos começou a valer em 2018, mas apenas agora a história veio à tona depois de reportagens da "RTV" e da "Index" com repercussão em jornais como o "New York Post"

Jogador formado na Universidade de Ohio, D.J. Cooper chegou a participar do Draft da NBA de 2013, mas não foi selecionado. Depois, iniciou a carreira pela Europa, com passagens por países como Grécia e França.