! No primeiro draft com dois brasileiros selecionados, Varejão é o 30º - 24/06/2004 - UOL Esporte - Basquete

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  24/06/2004 - 23h23
No primeiro draft com dois brasileiros selecionados, Varejão é o 30º

Da Redação
Em São Paulo

O Brasil se firmou como um celeiro da NBA nesta quinta-feira. Após o Draft-2004, que foi realizado nesta quinta-feira em Nova York, o país teve pela primeira vez dois jogadores escolhidos no "vestibular" do basquete americano.

Rafael "Baby" Araújo terminou no Toronto Raptors, sendo escolhido na oitava posição. Pouco depois foi a vez de Anderson Varejão, escolhido em 30º pelo Orlando Magic.

Com isso, O Brasil pode ter cinco jogadores na NBA na próxima temporada. Além da dupla que chegou nesta noite à "Meca" do basquete, o país tem o pivô Nenê no Denver Nuggets, o armador Leandrinho no Phoenix Suns e o ala-armador Alex Garcia no New Orleans Hornets.

O Brasil só fica atrás de EUA e Sérvia e Montenegro, que teve nove atletas na liga na última temporada, e se iguala à Eslovênia, que teve dois atletas selecionados nesta noite e pode ter cinco na NBA em 2004/2005.

Além dos dois, mais um brasileiro podia entrar no Draft. O pivô Cleiton Sebastião deixou uma faculdade nos EUA no meio da temporada e voltou para o Brasil, sendo, assim, inscrito automaticamente. Ele ficou fora da primeira rodada.

Varejão
Anderson Varejão, ala-pivô de 22 anos e 2,10 m, estava no radar da NBA há pelo menos dois anos, quando se inscreveu pela primeira vez no Draft. Ele foi escolhido apenas na segunda rodada da seleção, posição surpreendente ao levar em conta projeções de especialistas norte-americanos.

Com um contrato longo com o Barcelona, da Espanha, ele não foi liberado para fazer testes nos Estados Unidos nos anos anteriores. Pior. No ano passado, quando os olheiros da liga foram assistir à final da Euroliga em Barcelona, ele não foi bem. Alguns olheiros chegaram a afirmar que ele era muito cru para a NBA.

Neste ano, ele não foi inscrito pelo Barça nas finais do Campeonato Espanhol. O tempo "livre" permitiu que ele viajasse para treinar nos EUA. Agradou. Sua agilidade e seu poder de dar tocos e pegar rebotes foram decisivos para a seleção.

Escolhido apenas na segunda rodada, ele pode não jogar na liga americana, já que apenas os escolhidos entre as primeiras 29 posições têm contratos garantidos.

Para jogar nos EUA, ele terá de acertar com o Barcelona a rescisão de seu contrato. Segundo Varejão, o valor da multa é de US$ 250 mil. O time espanhol, porém, não deve colocar obstáculos, já que precisa de um jogador para a posição com passaporte comunitário e Anderson ainda busca a cidadania espanhola.

Anderson é irmão de Sandro Varejão, pivô que defendeu por vários anos a seleção brasileira. Hoje, ele joga no Ajax-Universo, que disputa nesta sexta-feira uma vaga na final do Campeonato Nacional contra o Flamengo.

Estrangeiros dominam segunda metade
O primeiro escolhido no Draft foi o adolescente Dwight Howard, de 18 anos, da Southwest Christian Academy. Ele chega à NBA direto da High School, o ensino médio americano. Ele foi o primeiro de oito jogadores que pularam o basquete universitário, cinco deles entre os 15 primeiros selecionados.

Mas se a primeira metada foi dos jovens, a segunda foi dos jogadores que vieram da Europa. O único escolhido antes da 16ª escolha foi o letão Andris Biedrins, o 11º (para o Golden State). Depois dele, mais cinco atletas que atuam fora dos EUA, foram selecionados, três deles russos (Pavel Podkolzine, Viktor Khryapa e Sergey Monya).

Confira as escolhas do Draft (entre parênteses, o time pelo qual jogará na próxima temporada):
1. Dwight Howard (Orlando Magic)
2. Emeka Okafor (Charlotte Bobcats)
3. Ben Gordon (Chicago Bulls)
4. Shaun Livingston (LA Clippers)
5. Devin Harris (Washington Wizards)
6. Josh Childress (Atlanta Hawks)
7. Loul Deng (Phoenix Suns)
8. Rafael Araújo (Toronto Raptors)

9. Andre Iguodala (Philadelphia 76ers)
10. Luke Jackson (Cleveland)
11. Andris Biedrins (Golden State Warriors)
12. Robert Swift (Seattle Sonics)
13. Sebastian Telfair (Portland Trail Blazers)
14. Kris Hunfries (Utah Jazz)
15. Al Jefferson (Boston Celtics)
16. Kirk Snyder (Utah Jazz)
17. Josh Smith (Atlanta Hawks)
18. JR Smith (New Orleans Hornets)
19. Dorrel Wright (Miami Heat)
20. Jameer Nelson (Denver Nuggets)
21. Pavel Podkolzine (Utah Jazz)
22. Viktor Khryapa (New Jersey Nets)
23. Sergey Monya (Portland Trail Blazers)
24. Delonte West (Boston Celtics)
25. Tony Alen (Boston Celtics)
26. Kevin Martin (Sacramento Kings)
27. Sasha Vujacic (LA Lakers)
28. Beno Uldrich (San Antonio Spurs)
29. David Harrison (Indiana Pacers)
30. Anderson Varejão (Orlando Magic - segunda rodada de escolhas)
31. Jackson Vroman (Chicago Bulls)
32. Peter John Ramos (Washington Wizards)
33. Lionel Chalmers (L.A. Clippers)
34. Donta Smith (Atlanta Hawks)
35. Andre Emmett (Seattle Supersonics)
36. Antonio Burks (Orlando Magic)
37. Royal Ivey (Atlanta Hawks)
38. Chris Duhon (Chicago Bulls)
39. Albert Miralles (Toronto Raptors)
40. Justin Reed (Boston Celtics)
41. David Young (Seattle Supersonics)
42. Viktor Sanikidze (Atlanta Hawks)
43. Trevor Ariza (New York Knicks)
44. Tim Pickett (New Orleans Hornets)
45. Bernard Robinson (Charlotte Bobcats)
46. Ha Seung-Jin (Portland Trail Blazers)
47. Pape Sow (Miami Heat)
48. Ricky Minard (Sacramento Kings)
49. Sergei Lishouk (Memphis Grizzlies)
50. Vassillis Spanoulis (Dallas Mavericks)
51. Christian Drejer (New Jersey Nets)
52. Romain Sato (San Antonio Spurs)
53. Matt Freije (Miami Heat)
54. Rickey Paulding (Detroit Pistons)
55. Luis Flores (Houston Rockets)
56. Marcus Douthit (Los Angeles Lakers)
57. Sergei Karaulov (San Antonio Spurs)
58. Blake Stepp (Minnesota Timberwolves)
59. Rashad Wright (Indiana Pacers)

Leia mais:
Baby é oitava escolha do Draft da NBA e vai jogar no Toronto
Liderados por Splitter, turma de desistentes de 2004 pensa em 2005


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias