Topo

Basquete

Cavaliers vencem Celtics, e LeBron chega à oitava final de NBA seguida

Maddie Meyer/Getty Images
Inteligente, James usou a inexperiência dos Celtics para levar Cavs à final Imagem: Maddie Meyer/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

28/05/2018 00h02

O homem está com fome. Neste domingo (27), LeBron James foi mais uma vez decisivo e liderou o Cleveland Cavaliers na vitória por 87 a 79 sobre o Boston Celtics, no jogo 7 da série. Desta forma, os Cavs conquistam a Conferência Leste da NBA pela quarta vez seguida, e o camisa 23 chega a oitava final consecutiva na carreira.

Como de hábito, James foi o cestinha e melhor da partida, com 35 pontos, 15 assistências e nove rebotes. Ele teve ajuda nos Cavs principalmente de Jeff Green (19 pts, 8 reb). Do outro lado o jogo coletivo funcionou melhor, com o novato Jayson Tatum em mais uma boa atuação (24 pts) e Al Horford dominante (17 pts)

Aproveitamento baixo e jogo por dentro

O primeiro tempo como um todo deixou a desejar, com ambas as equipes cometendo erros demais do perímetro — Celtics acertaram 4-19; e Cavs, ainda piores, 2-17. A esta altura Al Horford já era o melhor do jogo, consciente nos ataques e dominante no garrafão (14 pts no primeiro tempo). O time de Boston sempre esteve no comando do placar e chegou a abrir 12 pontos de frente, mas os coadjuvantes do Cleveland Cavaliers remaram bastante na reta final do segundo período para diminuir a desvantagem para quatro no intervalo (43-39).

Equilíbrio inédito e emoção até o final

O aproveitamento irregular de ambas as equipes fez o jogo avançar com placar bastante justo. Não à toa, a diferença de quatro pontos se manteve até o início do último quarto (algo que não tinha acontecido em nenhum dos outros seis jogos da série). Após certo nervosismo dos garotos dos Celtics, Tatum melhorou e passou a levantar a torcida no TD Garden. Do outro lado, LeBron foi mal por três minutos (turnover, desatenção na marcação, erro de passe...), mas teve ajuda de seus escudeiros para manter os Cavs à frente. Na reta final, o camisa 23 soube explorar muito bem a inexperiência adversária e levou sua equipe à vitória.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!