Esporte

Não é só "De Volta para o Futuro". 5 grandes histórias do título dos Cubs

Do UOL, em São Paulo

03/11/2016 15h18

Foram quase 108 anos de espera, gerações sem ver o Chicago Cubs conquistar a World Series, o título da Major League Baseball (MLB), até a última quarta-feira (2). O jejum centenário teve seu final quase “previsto” pelo segundo filme da série “De Volta para o Futuro”, com margem de erro de um ano para frente, mas esta não é a única história inusitada relacionada à vitória sobre o Cleveland Indians.

Torcedores de longa data emocionados

O exemplo mais evidente talvez seja o ator Bill Murray, 66 anos, flagrado às lágrimas pela TV americana após a conquista do seu time do coração, mas a conquista do Chicago Cubs emocionou torcedores de longa data.

Usuários do Twitter capturaram a emoção de avós incrédulos com o aguardado título, mas antes mesmo da vitória sobre os Indians, com a classificação à World Series, uma frase foi muito repetida por fãs mais jovens dos Cubs na internet: “Gostaria que meu avô estivesse aqui para isso.” O fato se repetiu com a conquista.

Fim da maldição de Billy Goat

Torcedores que acreditam em fatos sobrenaturais creditam a longa seca do Chicago Cubs não só de títulos, mas sem chegar na World Series, à “maldição de Billy Goat”, que teria começado em 1945. Na ocasião William Sianis, dono da taberna Billy Goat Tavern, levou a mascote do local, uma cabra, ao estádio Wrigley Field para o jogo 4 da World Series contra o Detroit Tigers.

O fedor do animal incomodou outros torcedores, que pediram a expulsão de Sianis do estádio. “Os Cubs, eles não vão vencer mais”, disparou Sianis, irritado, após ter que deixar o local. Os Cubs perderam aquela World Series e nunca mais retornaram a ela... até 2016, encerrando um outro jejum de 71 anos.

Cubs aplicam em Cleveland virada equivalente à dos Cavs

Cleveland viveu até 2016 um jejum particular, pois a cidade não conquistava nenhum título esportivo relevante desde o da NFL de 1964 (o Super Bowl não existia na época). Isso teve fim com o título da NBA, que veio após a histórica virada do Cleveland Cavaliers na série contra o Golden State Warriors: o time de LeBron James virou de 3 a 1 para 4 a 3, um feito sem precedentes na liga basquete.

O Cleveland Indians estava em posição idêntica à dos Warriors após o quarto jogo da World Series, com três vitórias contra uma dos Cubs, sendo duas delas em Chicago. A série voltou ao Progressive Field, em Cleveland, com vantagem de 3 a 2 para o time da casa. Bastava uma vitória nos dois jogos restantes para confirmação do título, mas o que ocorreu foram duas derrotas, por 9 a 3 no jogo 6 e 8 a 7 na decisão.

Com isso, os Cubs se tornaram o sexto time da história a reverterem tamanha desvantagem, fazendo Cleveland provar do próprio veneno.

Agora é Cleveland quem não vence há mais tempo

A derrota para o Chicago Cubs acabou com o maior jejum da história da MLB, que passou o bastão para o próprio Cleveland Indians como a equipe que está há mais tempo sem títulos da World Series.

Agora são 68 anos sem vitórias para a franquia do estado de Ohio, que conquistou seu último título em 1948. É o quinto maior jejum da história, atrás do Chicago Cubs (107 anos), Chicago White Sox (87 anos), Boston Red Sox (85 anos) e Philadelphia Phillies (77 anos).

Série de TV acertou na previsão... e não era brincadeira

Se “De Volta para o Futuro” errou em um ano a conquista do Chicago Cubs, a série “Parks and Recreation” acertou em cheio em um episódio veiculado em sua última temporada, em 2015, mas que se passa em 2017. E foi uma previsão consciente, segundo o co-criador Michael Schur, responsável por escrever a fala: “Obviamente todo mundo está de bom humor agora, porque os Cubs venceram a World Series.”

Ao Washington Post, Schur falou na terça-feira (3) que de fato fez essa previsão. “Quando começamos a pensar a última temporada de ‘Parks and Rec’ no futuro, em 2017, nós meio que começamos a calcular como o mundo seria. Falamos sobre aspectos dos EUA que poderíamos mencionar casualmente que pensávamos que seriam engraçados. Eu era a única pessoa do elenco que se importava o suficiente com beisebol para acompanhar os times de base dos Cubs.”

Torcedor do Boston Red Sox, Schur disse que sua crença se baseou em Theo Epstein, responsável por montar os Red Sox campeões em 2004 e os Cubs de 2016. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo