Esporte

Time de beisebol recontrata jardineiro preso injustamente por 23 anos

Do UOL, em São Paulo, SP

26/03/2018 16h29

O Chicago White Sox, time da principal liga norte-americana de beisebol, anunciou que recontratou o jardineiro Nevest Coleman, 49 anos. Coleman foi inocentado após passar 23 anos atrás das grades.

Em 1994, o jardineiro foi condenado por estupro e assassinato. Mas uma amostra de DNA provou que Coleman era inocente e que tinha sido condenado de forma injusta. O jardineiro foi solto em novembro do ano passado, mas o juíz só deu o certificado de inocência esse mês.

Assim que a inocência foi comprovada e a justiça revogou a condenação, familiares e amigos do jardineiro entraram em contato com os White Sox, que prontamente convidaram Coleman para uma entrevista e o recontrataram para o mesmo emprego que ele tinha na época antes de ser preso.

Sendo assim, o jardineiro irá retornar ao gramado do Guaranteed Rate Field, casa dos White Sox, já nesta segunda-feira (26). O time ainda emitiu uma nota onde diz estar contente que “a justiça foi feita” e que está empolgado para o retorno de Coelman “à família White Sox”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo