Topo

Esporte


Ameaçado de prisão, Mayweather finda hiato e pega novato para retomar título

AP Photo/Julie Jacobson
Com De La Hoya ao centro, Floyd Mayweather e Victor Ortiz posam antes do combate Imagem: AP Photo/Julie Jacobson

Do UOL Esporte

Em São Paulo

16/09/2011 12h00

Floyd Mayweather Jr. ficou conhecido como um dos mais hábeis lutadores da atualidade, mantendo uma carreira invicta em 41 combates. Sempre falastrão, sua imagem polêmica tomou contornos mais graves desde seu último combate. Das páginas esportivas às policiais, ele responde a um processo que pode levá-lo a três décadas na prisão. Neste sábado, porém, o pugilista tenta deixar os problemas de lado, para conquistar um cinturão que já lhe pertenceu.

Depois de 16 meses fora dos ringues, desde que venceu por pontos Shane Mosley, Mayweather volta a Las Vegas para encarar o jovem Victor Ortiz, atual campeão dos meio-médios do Conselho Mundial. A fama apenas como lutador, no entanto, ficou abalada, e o norte-americano terá de provar que os problemas na vida pessoal não vão abalar sua técnica com as luvas.

O primeiro incidente aconteceu em 2009, quando duas pessoas afirmaram que foram alvejadas pelo lutador. Ninguém se feriu no suposto tiroteio e as acusações foram retiradas.

Depois, no fim de 2010, ele foi acusado de violência doméstica, pela ex-mulher, mãe de três dos seus quatro filhos. Acabou preso, solto em seguida, mas responde por quatro crimes no caso e pode ser preso por até 34 anos. Ele teria agredido a ex-mulher e ainda roubado seu celular, em uma crise de ciúmes. Mayweather ainda foi detido por agredir um segurança de um cassino, em um delito considerado menor, em dezembro.

Com tudo isso em jogo, vale lembrar que mesmo no âmbito esportivo Mayweather ainda causou grande polêmica. Na negociação para um aguardado duelo com Manny Pacquiao - a mais esperada luta hoje em dia -, ele acusou o filipino de doping. Mais um processo em sua conta.

VEJA OS NÚMEROS DO COMBATE

MAYWEATHER V. ORTIZ
34
Idade
24
1,73 m
Altura
1,75 m
1,83 m
Envergadura
1,78 m
41
Vitórias
29
25
Nocautes
22
-
Empates
2
-
Derrotas
2
5
Cinturões/peso
1

Como era de se esperar, o pugilista fugiu de todos esses assuntos nas últimas semanas. Mesmo mantendo o racha com o pai, seu ex-técnico, preferiu apenas alimentar as tradicionais polêmicas entre rivais.

“Já enfrentei todos e nunca recuei. Sempre mantenho o foco para fazer meu melhor. Não tenho do que ficar me gabando. Só entro no ringue e executo minha estratégia”, afirmou o pugilista, que venceu 25 de suas 41 lutas por nocaute.

O oponente da vez, Ortiz, teoricamente não aparece como grande obstáculo. Azarão contra um ícone do boxe, o norte-americano fará apenas sua primeira defesa de cinturão. Ele arrebatou o título no último mês de abril, quando venceu por pontos Andre Berto. Berto foi o lutador que sucedeu Mayweather como campeão do CMB, durante uma breve aposentadoria do astro.

“O momento de Floyd já passou”, afirmou Ortiz, um canhoto de apenas 24 anos, com 29 vitórias, dois empates e duas derrotas na carreira. “Os 41 lutadores que ele enfrentou não podiam se mover como eu. Em todos esses combates, Floyd lutou da mesma maneira. Agora, não ligo para o que vai trazer. Quero que ele venha como o verdadeiro Mayweather para eu vencê-lo, não em uma versão lenta e fraca.”

O combate deste sábado não tem transmissão anunciada para a TV brasileira.
 

Mais Esporte