Topo

Esporte


Pugilista que deu tapa em campeão mundial briga em entrevista após derrota e é preso

Coletiva acaba em briga entre os compatriotas Chisora (esq.) e David Haye - Handout/Reuters
Coletiva acaba em briga entre os compatriotas Chisora (esq.) e David Haye Imagem: Handout/Reuters

Do UOL, em São Paulo

19/02/2012 09h04

E as polêmicas envolvendo Dereck Chisora continuam. Após dar um tapa na cara do campeão Vitali Klitschko durante a pesagem e cuspir água no ucraniano pouco antes da apresentação da luta, o britânico se envolveu em outra confusão, dessa vez com o seu compatriota e ex-pugilista David Haye. Durante a entrevista coletiva, os dois pugilistas brigaram, com Chisora sendo preso pela polícia.

BOXEADORES BRIGAM EM COLETIVA DE IMPRENSA

O incidente ocorreu após o combate contra Klitschko, no qual Chisora foi derrotado. Haye, que perdeu em julho para o irmão mais novo de Vitali, Vladimir, aposentou-se em outubro do ano passado, sem antes receber uma oferta para lutar contra Vitali. Trabalhando como comentarista de TV, ele ficou incomodado com os comentários do manager de Klitschko, Bernd Boente, que diziam que ele não lutaria contra o irmão mais velho.
 
"Diferentemente de David Haye, Chisora tentou", disse Boente. Haye que acompanhava de perto a entrevista ficou incomodado e respondeu: "Você não quer lutar contra David Haye, certo?".
 
Boente então disse. "Você teve sua oportunidade e não aceitou, agora está fora! Você não pode falar sobre luta, você não tem cinturão. Chisora mostrou coração, diferentemente de você que mostrou o dedo do pé." Haye perdeu o título da Associação Mundial de Boxe para Vladimir, culpando um dedo quebrado e aposentando-se na sequência.
 
A discussão continuou até o momento em que Chisora entrou na conversa. Os dois britânicos começaram a trocar provocações e desafios, até o momento em que Chisora levantou-se da cadeira e pediu para que Haye dissesse na sua frente que ele havia perdido o título, resultando numa troca de socos entre os dois.
 
Na briga, pior para o manager de Haye, que sofreu um corte no supercílio. Acompanhando de longe toda a confusão, Klitschko criticou o comportamento dos lutadores. "Estou desapontado, isso passou dos limites. O boxe não deve ser assim. Rostos sangrando na coletiva de imprensa. Estou impressionado".
 
A polícia deteve Chisora acompanhado de seu treinador, Don Charles, já no aeroporto a caminho da Inglaterra. David Haye também deve ser interrogado antes que deixe a Alemanha.
 

Mais Esporte