Esporte

Popó vence por nocaute em sua despedida dos ringues e impõe primeira derrota a rival

Reprodução
Popó venceu Michael Oliveira por nocaute em sua despedida dos ringues Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

02/06/2012 23h40

Neste sábado, em sua despedida dos ringues, Acelino Freitas, o Popó, venceu o até então invicto compatriota Michael Oliveira por nocaute no nono round. Foi a 39ª vitória do veterano na carreira, que perdeu apenas duas vezes em sua trajetória.

NA PRISÃO, FLOYD MAYWEATHER TEM COMPANHIA Do RAPPER 50 CENT

  • Getty Images

    Floyd Mayweather Jr. começou a cumprir sua prisão de três meses nos Estados Unidos. O pugilista foi condenado por agredir sua ex-namorada na frente de seus dois filhos e, ao se entregar na corte, foi acompanhado por 50 Cent.

Afastado das lutas desde 2007, quando havia perdido para o americano Juan Diaz, Popó aceitou o desafio de Michael após pedido de seu filho, que disse que gostaria de vê-lo lutar. No novo adeus, o pugilista conseguiu um triunfo ao seu estilo, com nocaute.

“Estava afastado dos ringues, mas não dos treinamentos. Estava fazendo sparing, correndo. O campeão fez sua despedida com chave de ouro”, disse o pugilista, após sua vitória, em entrevista ao SporTV.

A luta

Bem ao seu estilo, Popó tomou a iniciativa do combate, tentando desferir golpes fortes logo no início do primeiro assalto. O veterano levantou a torcida, que passou a incentivá-lo.

O segundo round começou da mesma maneira, com Popó no centro do ringue. No entanto, o golpe mais forte da parcial foi uma esquerda de Michael quando restavam pouco menos de dois minutos para o fim.

A primeira abertura de contagem aconteceu no terceiro assalto. Nos segundos finais, Popó acertou uma bela sequência e levou Michael para as cordas. O jovem pugilista, no entanto, foi salvo pelo gongo.

Sentindo o bom momento, Popó começou o quarto round de maneira agressiva, partindo para cima do adversário. Michael conseguiu resistir às investidas e equilibrou as ações. Por acidente, o jovem chegou a acertar um golpe baixo no rival nos segundos finais.

A partir do quinto assalto, Michael conseguiu incomodar Popó mais vezes, assumindo o centro do ringue. No sexto, o jovem pugilista conseguiu acertar uma boa sequência de golpes no veterano, que respondeu na sequência.

Os rounds de número sete e oito tiveram panoramas semelhantes: equilíbrio até os segundos finais, quando Popó adotou uma postura agressiva e foi melhor.

Mostrando bom preparo físico, o veterano começou com sequências fortes no nono assalto, chegando, inclusive, a nocautear Michael. O veterano já havia derrubado o compatriota instantes antes de garantir seu triunfo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo