Esporte

Campeão mundial nocauteia Klitschko e estabelece nova dinastia no boxe

Do UOL, em São Paulo

29/04/2017 18h48

O histórico duelo de gerações travado neste sábado (29) foi vencido pela juventude. No estádio de Wembley, 90 mil pessoas viram o xodó da casa ir à lona e voltar para bater um lendário lutador de 41 anos. O campeão mundial Anthony Joshua nocauteou Wladimir Klitschko no 11º round e estabeleceu uma nova dinastia entre os pesos-pesados do boxe.

Joshua mantém o cinturão da IBF há um ano e agora alcança sua terceira defesa bem-sucedida. Ele acumula também os cinturões WBA e IBO, que estavam vagos, e chega a sua 19ª vitória. O lutador de 27 anos sofreu um knockdown pela primeira vez no sexto round, mas se recuperou para sair do ringue com o seu 19º nocaute e manter 100% de vitórias inquestionáveis na carreira.

Klitschko, como sempre, mostrou ser muito guerreiro. O veterano sofreu com o ímpeto do jovem campeão no início e caiu no quinto assalto, mas deu o troco minutos depois e passou a dominar a luta. No entanto, em nova reviravolta nos rounds finais, o ucraniano sentiu o cansaço e sofreu mais dois knockdowns antes de acabar nocauteado.

Reuters / Andrew Couldridge
Imagem: Reuters / Andrew Couldridge

Joshua impõe ritmo e castiga veterano

Os primeiros rounds mostraram o lutador da casa, mais jovem, com todo o vigor. Empurrado pelo maior público já visto em qualquer evento no Wembley, Anthony Joshua foi para cima. Com exceção de um momento ou outro, ele foi melhor que o veterano nos três primeiros rounds.

O auge da ofensiva foi justamente no quinto assalto, quando o britânico acertou um cruzado, emplacou sequência de golpes e conseguiu um knockdown. Klitschko se recuperou em tempo, ainda no início da contagem. Mesmo em mau estado, conseguiu ganhar tempo para retomar o desempenho.

Klitschko responde com potência

Reuters / Andrew Couldridge
Imagem: Reuters / Andrew Couldridge

A recuperação do ucraniano foi imediata. Joshua parecia exausto e pagou o preço pela guarda baixa logo no sexto round. Klitschko controlou a distância e devolveu o knockdown com um direto perfeito, empatando em 1 a 1 o número de idas à lona. A sensação de encontrar o chão foi inédita para Joshua, que nunca havia tido contagem aberta em toda a carreira.

A empolgação aumentou à medida que os lutadores acusaram o cansaço. O número de golpes diminuiu, e o relógio passou a ser inimigo de Joshua. Acostumado a derrubar seus rivais com poucos rounds (18 nocautes em 18 lutas na carreira), o britânico caiu de ritmo e sofreu nas mãos do desafiante.

Joshua ressurge e nocauteia Klitschko

Após tanto sofrer nos rounds anteriores, Anthony Joshua acordou do pesadelo no décimo assalto. Foi ele quem acertou os principais golpes, à distância e no clinch. No 11º só ele bateu, até que Klitschko caiu pela segunda vez. O árbitro abriu contagem de novo, mas o ucraniano levantou. Joshua precisou de poucos segundos para mandar o desafiante de volta à lona, no entanto Klitschko mostrou-se muito guerreiro e conseguiu levantar de novo. Mantendo o ritmo, o britânico aproveitou-se do mau momento do adversário, encurralou o desafiante nas cordas e não parou de golpear até o árbitro decretar o nocaute.

Campeão espera Tyson Fury

Após sua terceira defesa bem-sucedida, Joshua celebrou exaltando seus números perfeitos e, entre um sorriso e outro, interagindo com o público no estádio de Wembley. “O que eu posso dizer? 19 vitórias e nenhuma derrota, com três anos e meio de carreira. Eu não sou perfeito, mas estou tentando”, comemorou o campeão mundial, que não deixou o ringue sem “escolher” seu próximo desafiante. “Tyson Fury, cara, onde você está? Eu estou aqui e quero dar a 90 mil pessoas outra chance de assistir a uma luta como esta”, completou.

Klitschko distribui simpatia

Mesmo derrotado, o desafiante garantiu que ainda não se aposenta e agradeceu os aplausos que recebeu. “Eu também amo vocês”, disse à torcida. “Espero que tenham gostado da luta. Demos o nosso melhor, e o melhor lutador venceu. Dois cavalheiros lutaram hoje, e o melhor deles venceu. É triste que eu não tenha vencido — acredite, era o que eu planejava —, mas Joshua merece”, elogiou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo