Esporte

Convidado para apresentar prêmio, Tyson é deportado do Chile

Divugação/PDI Chile
Polícia de Imigração do Chile conduz Mike Tyson para deportação no aeroporto de Santiago Imagem: Divugação/PDI Chile

Do UOL, em São Paulo

09/11/2017 16h36

A Polícia de Imigração do Chile impediu a entrada de Mike Tyson no país. O ex-pugilista foi barrado no aeroporto de Santiago, na manhã desta quinta-feira, e deportado para os Estados Unidos horas depois.

O ex-campeão mundial dos pesos-pesados havia sido contratado para apresentar o Space Awards, premiação anual dedicada a filmes de ação, que ocorreria na capital chilena. Sem a presença de Tyson, o evento foi cancelado pelos organizadores.

Em sua conta no Twitter, as autoridades chilenas não deram detalhes sobre os motivos que impediam Tyson de entrar no país e apenas divulgaram uma foto, ao lado de dois policiais.

De acordo com a TV argentina TyC, as leis locais impedem que turistas condenados por crimes em seus países de origem entrem no Chile.

Tyson, de 51 anos, enfrenta um processo nos Estados Unidos por tentativa de estupro, posse de drogas e por dirigir sob efeito de narcóticos. Na década de 1990, ele cumpriu pena por estupro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo