UOL Esporte Ciclismo
 
26/08/2009 - 11h51

Ciclista italiano suspenso por doping desconfia de complô

Das agências internacionais
Em Roma (Itália)
O ciclista italiano Danilo Di Luca, que teve resultado positivo duas vezes em exames antidoping por uso da substância EPO durante a Volta da Itália, disse nesta quarta-feira, em Roma, na Itália, que se sente vítima de um complô.

"Não posso encontrar uma explicação para os controles positivos do Giro. Não descarto a hipótese de um complô, mas antes de poder assegurar com certeza, devo ter garantias", afirmou o ciclista após reunião com dirigentes de controle antidoping do Comitê Olímpico Italiano (Coni).

Desde que seus exames deram positivo, Di Luca segue defendendo sua inocência. Ele venceu duas etapas da Volta da Itália, prova vencida pelo russo Denis Menchov.

Os exames com resultado positivo foram feitos nos dias 20 e 28 de maio. Após o anúncio de que havia mostras de substâncias dopantes em seus exames, o ciclista foi suspenso previamente pela União Ciclística Internacional (UCI), no dia 22 de julho.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host