COPA 2002

Veja as fotos da final do Mundial




   10h22 - 31/05/2002

Senegal surpreende a França e provoca primeira surpresa da Copa

Da Redação
Em São Paulo

A Copa do Mundo de 2002 teve uma grande surpresa em seu jogo de abertura. A França, atual campeã do mundo (98) e européia (2000), foi derrotada por 1 a 0 pela seleção de Senegal, que fez nesta sexta seu primeiro jogo em um Mundial.

O gol senegalês aconteceu em uma jogada de contra-ataque aos 30min. O atacante Diouf, grande destaque da partida, foi à linha de fundo e cruzou. O meia Bouba Diop completou para o gol após confusão entre o goleiro Barthez e o volante Petit.

Senegal, neste ano, terminou a Copa da África como vice-campeão, tendo eliminado nas semifinais a Nigéria. Entretanto, o país africano, que tem 21 de seus 23 jogadores atuando em clubes franceses, não era considerado rival à altura dos franceses, apontados como principais favoritos ao título da Copa ao lado da Argentina.

A vitória de Senegal alimenta uma estatística bastante curiosa: nas oito vezes em que o campeão do mundo abriu uma Copa, em apenas duas oportunidades conseguiu sair vencedor. A Alemanha, que ganhou da Bolívia em 94, e o Brasil, que derrotou a Escócia em 98 são as excessões. Em 1990, a então campeã Argentina foi derrotada por Camarões no primeiro jogo da Copa da Itália.

Contra um rival extremamente recuado, a França sentiu muita falta de seu principal armador de jogadas, o meia Zinedine Zidane, que não atuou por estar contundido. Senegal marcava forte os três atacantes franceses (Wiltord, Henry e Trezeguet), e os volantes Petit e Vieira tinham que armar as jogadas da equipe.

Assim, faltava muitas vezes à França, principalmente na primeira etapa, poder de criação. Era cena comum na partida os franceses chegarem próximos à grande área senegalesa e serem desarmados antes de construirem jogadas para conclusão.

Já a equipe de Senegal adotou a estratégia de esperar a seleção francesa em seu campo. Bastante fechado, o time africano marcava forte e, quando recuperava a bola, tentava sair com velocidade para o contra-ataque, principalmente por meio do perigoso e veloz Diouf, eleito o melhor jogador africano do ano passado.

O jogo
Nos 20 primeiros minutos de jogo, a França pouco criou. Na única jogada de perigo criada no período, aos 4min, após cruzamento de Thuram, Trezeguet tentou pegar de primeira, mas errou, e a bola saiu fraca.

No contra-ataque, Senegal levou perigo. Aos 5min, Diouf fez boa jogada de linha de fundo e tocou para trás. Da entrada da área, o meia Fadiga chutou fraco para a defesa de Barthez.

A partir dos 20min, a França passou a tocar melhor a bola e criou duas boas oportunidades seguidas. Aos 20min, o goleiro Barthez chutou a bola com muita força. Trezeguet tentou dominar na linha da grande área senegalesa, mas foi travado pelo goleiro Sylva.

Aos 23min, Trezeguet tabelou com Henri, e recebeu dentro da grande área. Ele driblou um zagueiro senegalês e colocou à meia altura no canto. A bola bateu na trave.

Aos 30min, Bouba Diop abriu o placar para Senegal. Em um contra-ataque, Diouf driblou o zagueiro Leboeuf, foi à linha de fundo e cruzou para trás. O volante francês Petit tentou cortar, mas chutou para trás. O goleiro Barthez chegou a rebater, mas Bouba Diop, que estava sentado, completou para o gol.

Após o gol, Senegal se fechou ainda mais. A França conseguia criar jogadas, mas sempre era parada pela zaga do país africano na entrada da grande área. Aos 38min, Wiltord avançou pela esquerda e chutou para a defesa de Sylva. Logo depois, Djorkaeff cobrou uma falta com perigo, mas o goleiro pegou novamente.

Senegal continuava apostando nos contra-ataques, com o velocíssimo Diouf, que driblava com extrema facilidade os zagueiros franceses, mas não conseguia produzir muito por estar isolado no ataque -raramente, Fadiga ajudava na função.

No segundo tempo, a França voltou com mais ímpeto e logo criou boas oportunidades para empatar. Senegal, fechado na defesa, tentava segurar o resultado.

Aos 10min, se iniciou uma grande pressão francesa. Thuram cruzou da direita e o atacante Trezeguet tocou de cabeça à direita do gol de Sylva. Um minuto depois, após cruzamento da direita, o atacante Thierry Henry cabeceou muito mal, mesmo estando à frente do gol, e a bola saiu por cima.

A França mantinha a pressão. Aos 12min, Djorkaeff chutou de fora da área para ótima defesa do goleiro Sylva. No escanteio subseqüente, Vieira cabeceou, para nova defesa de Sylva.

A França não marcou, e o jogo voltou a ficar equilibrado. Lemerre resolveu mudar o time, tirando Djorkaeff para a entrada de Dugarry, que é essencialmente um atacante, mas jogou deslocado para a meia.

Entretanto, quem chegou com mais perigo após a substituição foi Senegal. Aos 19min, o meia Fadiga, em jogada individual, driblou Leboeuf e chutou forte, de perna esquerda. A bola explodiu no travessão.

Dois minutos depois, a França respondeu. Henry recebeu a bola na entrada da área e chutou a gol, com efeito e consciência. A bola bateu novamente no travessão.

Aos 33min, em mais um contra-ataque, Fadiga perdeu outra boa chance de ampliar o placar para Senegal, chutando a bola por cima do gol de dentro da grande área.

A França continuou atacando, mas não conseguiu criar grandes chances de gol. Em uma das melhores, aos 40min, o zagueiro Leboeuf chutou forte para excelente defesa do goleiro Sylva.

Aos 44min, o atacante francês Djibril Cissé, que havia entrado poucos minutos antes, chutou muito forte, para outra defesa de Sylva, que teve uma atuação muito boa.

FRANÇA
Barthez; Thuram, Leboeuf, Desailly, Lizarazu; Vieira, Petit e Djorkaeff (Dugarry); Wiltord (Cisse), Trezeguet e Henry
Técnico: Roger Lemerre

SENEGAL
Sylva; Daf, Diatta, Cissé, Coly; Malick Diop, Fadiga, Diao, Bouba Diop e Ndiaye; Diouf
Técnico: Bruno Metsu

Estádio: Seoul Stadium
Cartões amarelos: Petit (F), Cisse (S)

França e Senegal estão no grupo A da Copa do Mundo. Para saber mais sobre a seleção francesa, clique aqui. Já para ver mais detalhes de Senegal, clique aqui.



Comente esta notícia nos Grupos de Discussão UOL




12/05/2006

13h25
Quem serão os convocados de Parreira?


27/04/2006

21h39
Ingressos para os jogos do Brasil na 1ª fase da Copa se esgotam


29/03/2006

13h29
Guia da Copa do Mundo tem bandeira croata da era comunista


15/06/2004

10h56
Cinco torcedores alemães presos na cidade do Porto


27/10/2003

17h50
Técnico do Uruguai cutuca Parreira e aposta em vitória sobre o Brasil


14/09/2002

08h22
História do penta vira livro, narrada pelo "professor" Felipão


18/08/2002

18h34
Seleção chega a Fortaleza nesta segunda


17h38
Lúcio será cortado do amistoso da Seleção