COPA 2002

Veja as fotos da final do Mundial




   10h22 - 01/06/2002

Alemanha estréia massacrando a Arábia Saudita e bate recorde

Da Redação
Em São Paulo

A Alemanha, que chegou à Copa desacreditada pelos maus resultados dos últimos anos e pelo grande número de contusões que enfrentou durante a preparação, não poderia ter tido uma estréia melhor: 8 a 0 sobre a Arábia Saudita.

Os alemães chegaram à vitória justamente por onde havia planejado o técnico Rudi Voeller: nas bolas aéreas. Cinco dos oito gols foram feitos de cabeça.

O grande destaque do jogo foi o atacante alemão Miroslav Klose, que marcou três gols: todos de cabeça. Ballack (também em jogada aérea) e Linke também fizeram de cabeça. Jancker, Schnneider e Bierhoff marcaram os gols surgidos de chutes.

Com os 8 a 0, a Alemanha conseguiu a maior goleada de sua história em Copas do Mundo. A maior vitória anterior havia ocorrido contra o México, em 1978, quando venceu por 6 a 0.

Já a Arábia Saudita mostrou que evoluiu muito pouco desde a última Copa, quando não venceu nenhum jogo e terminou eliminada na primeira fase. Muito fracos tecnicamente, os jogadores árabes ainda demonstraram muito pouca consciência tática.

Com a vitória, a Alemanha lidera o Grupo E da Copa do Mundo com três pontos ganhos. Irlanda e Camarões, que empataram em 1 a 1 neste sábado, somam um ponto. A Arábia, nenhum.

O jogo
A Alemanha começou o jogo pressionando a saída de bola da Arábia. Os jogadores exibiam muita garra e vigor físico. Sufocada e fraca nos passes, a Arábia não conseguia passar do meio-campo.

Assim, apesar de não exibir muita técnica, a Alemanha foi criando diversas chances. Logo aos 2min, Jancker chutou forte, de dentro da área, para fora.

Aos 8min, novamente Jancker incomodou a defesa saudita. Ele derrubou um zagueiro rival e conseguiu marcar o gol, mas o árbitro paraguaio Ubaldo Aquino marcou falta do alemão.

Aos 13min, Klose recebeu cruzamento da esquerda e cabeceou para fora. Aos 16min, em uma bela jogada de Ziege, Klose ajeitou para Ballack chutar para fora.

Aos 20min, a seleção alemã abriu o placar. Depois do cruzamento de Ballack, Klose se antecipou à marcação de Suliman e cabeceou para o gol.

Depois que tomou o gol, a seleção árabe passou a buscar o jogo, mas esbarrava na baixa qualidade de boa parte de seus jogadores.

E foi a Alemanha quem marcou mais um gol. Aos 25min, em praticamente um replay do primeiro gol, Ballack cruzou, desta vez de pé esquerdo, para novo cabeceio de Klose: a bola entrou no mesmo canto.

Aos 28min, Ballack tabelou com Jancker, que chutou fraco, sem força.

A partir daí, o jogo ficou morno. A Alemanha tocava a bola e administrava a vantagem. A Arábia tentava atacar, mas não conseguia chegar ao gol alemão.

Aos 40min, a Alemanha marcou seu terceiro gol, mais uma vez de cabeça e a partir de um cruzamento da esquerda. Zieger cruzou, e Ballack cabeceou para fazer 3 a 0.

Aos 46min, a Alemanha marcou o quarto gol. Schnneider cruzou. Klose tocou de calcanhar e Jancker, cara a cara com Al-Deayea, tocou para as redes.

Com o resultado do jogo decidido, o segundo tempo foi bastante fraco. A Alemanha atacava sem convicção, e a Arábia nada criava.

Aos 8min, Frings entrou na área pela direita e caiu na área. O time alemão pediu pênalti, mas o árbitro Ubaldo Aquino preferiu não marcar.

Aos 24min, a Alemanha marcou o quinto gol. Jeremies cruzou para Klose marcar, mais uma vez de cabeça, o quinto gol alemão.

Aos 28min, pela quinta vez na partida, a Alemanha marcou um gol de cabeça. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Linke cabeceou para fazer 6 a 0.

Aos 39min, a Alemanha marcou mais um. Após um toque de Ballack, Bierhoff chutou de fora da área para marcar o sétimo gol alemão.

Aos 47min, Schnneider ainda marcou, de falta, mais um gol.

ALEMANHA
Kahn; Metzelder, Ramelow (Jeremies) e Linke; Schnneider, Fings, Hamman, Ballack e Ziege; Jancker (Bierhoff) e Klose (Neuville)
Técnico: Rudi Voeller

ARÁBIA
Al-Deayea; Tukar, Sulimani e Suliman; Dokhi, Al-Owairan (Al-Shahrani), Noor, Al-Temyat (Al-Khathran) e Al-Wakid; Al-Jaber e Al-Hassan (Gaman)
Técnico: Nasser Al-Johar

Estádio: Sapporo Dome (Japão)
Árbitro: Ubaldo Aquino (PAR)
Auxiliares: Miguel Giacomuzzi (PAR) e Michael Ragoonath (TRI)
Cartões amarelos: Hamman e Ziege (ALE), Noor (ARA)
Gols: Klose, aos 20min e aos 25min, Ballack, aos 40min e Jancker, aos 46min do primeiro tempo; Klose aos 24min, Linke, aos 28min, Bierhoff, aos 39min, Schnneider aos 47min do segundo tempo.



Comente esta notícia nos Grupos de Discussão UOL




12/05/2006

13h25
Quem serão os convocados de Parreira?


27/04/2006

21h39
Ingressos para os jogos do Brasil na 1ª fase da Copa se esgotam


29/03/2006

13h29
Guia da Copa do Mundo tem bandeira croata da era comunista


15/06/2004

10h56
Cinco torcedores alemães presos na cidade do Porto


27/10/2003

17h50
Técnico do Uruguai cutuca Parreira e aposta em vitória sobre o Brasil


14/09/2002

08h22
História do penta vira livro, narrada pelo "professor" Felipão


18/08/2002

18h34
Seleção chega a Fortaleza nesta segunda


17h38
Lúcio será cortado do amistoso da Seleção