UOL Esporte - Copa 2006UOL Esporte - Copa 2006
UOL BUSCA

Juninho Pernambucano

Antônio Augusto Ribeiro Reis Junior

Reuters

Nascimento: 
30/01/1975, em Recife (PE)

.............................................

Peso: 76 kg

.............................................

Altura: 1,79 m

.............................................

Clubes: Sport (93 a 95); Vasco (95 a 01); Lyon-FRA (01 a 06)

.............................................

Títulos: Campeonato Pernambucano (94); Campeonato Brasileiro (97/00); Campeonato Carioca (98); Copa Libertadores (98); Torneio Rio-São Paulo (99); Copa Mercosul (00); Campeonato Francês (02/03/04/05/06); Copa das Confederações (05)

.............................................

Copas: 1 (06)

"Rei" na França, onde liderou o Lyon na conquista de quatro títulos nacionais seguidos, Juninho Pernambucano foi para sua primeira Copa como veterano, aos 31 anos. Reserva, entrou como titular contra o Japão (quando fez um belo gol de fora da área) e contra a França (quando esteve tão perdido quanto o resto do time na derrota que eliminou a seleção).

Logo após a derrota, Juninho anunciou que sua trajetória na seleção estava encerrada.

Esse fracasso na Copa não apaga seu sucesso em clubes. Além da aventura vitoriosa na França com o Lyon, Juninho Pernambucano também pode se orgulhar dos títulos conquistados pelo Vasco. O meia defendeu o time carioca por seis anos e levantou dois Campeonatos Brasileiros e uma Copa Libertadores, entre outras taças.

O meia Juninho chegou ao Vasco sem muitas perspectivas de sucesso. Em 1995, foi usado como "contra-peso" numa negociação que envolvia a contratação do atacante Leonardo, com quem iniciou a carreira no Sport.

Entretanto, enquanto Leonardo teve uma passagem rápida e pífia por São Januário, Juninho em pouco tempo se transformou em um dos destaques da equipe. Talentoso e com grande visão de jogo, comandou a equipe carioca nos títulos do Estadual e da Libertadores em 1998.

No ano seguinte, mostrou versatilidade. Em alguns jogos foi escalado pelo técnico Antônio Lopes como volante de contenção, com a obrigação de marcar o adversário, roubar a bola e iniciar os contra-ataques. Dono de uma ótima resistência física, saiu-se bem na função. Acreditando no potencial do jogador, o Vasco chegou a recusar propostas de até US$ 10 milhões pelo jogador.

Na decisão da Copa João Havelange, contra o São Caetano, recusou-se a dar a volta olímpica com seus companheiros no estádio São Januário após a queda do alambrado, que interrompeu a partida ainda no primeiro tempo. E foi o único a desafiar Eurico Miranda, concedendo entrevistas em pleno vigor da "Lei da Mordaça".

Logo depois, alegando atrasos no pagamento de salários e direitos trabalhistas, entrou com uma ação na Justiça contra a equipe carioca pedindo a quebra do vínculo contratual. Com o aval do judiciário, transferiu-se para o Lyon, da França.

Especialista em faltas e bolas paradas em geral, Juninho Pernambucano se firmou no grupo de Parreira ao longo das eliminatórias para a Copa. O jogador do Lyon também participou da seleção campeã da Copa das Confederações de 2005.

     

Veja também os ídolos de copas passadas

SELEÇÕES

Graphic News

4-2-2-2

Área

8.514.876,599 km²

População

185.925.088

Idioma

Português

Capital

Brasília

Moeda

Real