UOL Esporte - Copa 2006UOL Esporte - Copa 2006
UOL BUSCA

Allbäck



Marcus Allbäck

AFP

Nascimento: 
05/07/1973, em Gotemburgo

Peso: 79 kg

Altura: 1,80 m

Posição: Atacante

Clubes: Orgryte-SUE (1992 a 1997 e 1998 a 2000), Lyngby-DIN (1997), Bari-ITA (1998), Heerenveen-HOL (2000 a 2002), Aston Villa-ING (2002 a 2004), Celta-ESP (2004), Hansa Rostock-ALE (2004 a 2005), Copenhagen-DIN (2006)

Títulos: Nenhum

Copas: 1 (2002)

Marcus Allbäck formou a dupla de ataque da Suécia ao lado de Larsson na Copa do Japão e Coréia, em 2002. Menos habilidoso que seu companheiro, Allbäck se destaca mais pela raça e força física. Mas ele não fez um bom torneio.

Nos quatro jogos de sua seleção, foi substituído por Andreas Andersson e terminou a competição sem marcar um único gol. O desempenho ficou aquém das expectativas da torcida sueca e de seu currículo.

Ao longo de uma carreira repleta de empréstimos e transferências, Allback passou por times de vários países da Europa. Começou no Ogryte, da Suécia, aos 19 anos, em 1992.

Entre 1997 e 1998, foi emprestado ao Lyngby, da Dinamarca, e ao Bari, da Itália, times pelos quais teve passagens rápidas e sem brilho. Pelo primeiro, marcou um gol nas únicas quatro partidas em que atuou. Pelo clube italiano jogou 16 vezes, mas não fez gol.

Voltou ao Orgryte para ser o artilheiro do Campeonato Sueco em 1999, com 15 gols em 26 jogos.

No ano seguinte, foi negociado com o Heerenveen, da Holanda. Finalmente mostrou seu potencial ofensivo em um clube estrangeiro. Em sua primeira temporada (2000/01), marcou 10 gols em 16 jogos pelo Campeonato Holandês. Na temporada seguinte, 15 gols em 32 partidas.

Sua fama de goleador chegou à Inglaterra e foi para lá que ele foi em 2002, contratado pelo Aston Villa. Mas não repetiu o desempenho que teve na Holanda. Nos dois anos que atuou pelo clube inglês, fez apenas 6 gols em 35 partidas.

Pelo Celta, da Espanha, teve a passagem mais rápida de sua carreira. Chegou em junho de 2004, jogou duas partidas e, dois meses depois, foi emprestado ao Hansa Rostock, da Alemanha, onde também deixou a desejar. Em 24 jogos marcou 4 vezes.

Assinou então com o Copenhagen, da Dinamarca, em janeiro de 2006, e melhorou sua média de gols: 6 em 12 jogos. Mas ainda está abaixo daquela que, em 1999, o fez artilheiro do Campeonato Sueco e o levou à seleção.

Desde que estreou pela Suécia, Allbäck foi convocado 52 vezes e marcou 23 gols. Depois da decepção na Copa de 2002, perdeu sua vaga no ataque sueco para Zlatan Ibrahimovic, seu reserva naquela competição.

Na Euro-2004, fez o quinto gol da goleada por 5 a 0 frente à Bulgária ao substituir Ibrahimovic no 2º tempo. Entrou também como substituto nas duas partidas seguintes, mas ficou de fora da última.

Seu gol mais recente com a camisa da Suécia foi nas eliminatórias para a Copa da Alemanha, para a qual também deve chegar na condição de suplente.

   
 

SELEÇÕES

4-4-2

Área

449.964 km²

População

8.880.000 hab.

Idioma

Sueco

Capital

Estocolmo

Moeda

Coroa