UOL Esporte - Copa 2006UOL Esporte - Copa 2006
UOL BUSCA

Últimas Notícias

16/05/2006 - 09h00

Mundial terá cinco jogadores sem clube

Luís Ferrari, Paulo Galdieri e Paulo Tura
Da Folhapress
Em São Paulo
Se, por um lado, a Copa da Alemanha ostenta a concentração de jogadores nos times mais ricos do mundo em relação ao que aconteceu no Mundial da Ásia há quatro anos, por outro, ela vai ter em ação atletas que nem sequer contam com vínculos com clubes.

Diferentemente de Carlos Alberto Parreira, que privilegiou, em sua escolha, atletas que estiveram em atividade recentemente -deixando fora nomes como Marcos e Roque Júnior, em recuperação de lesões-, há quem aposte em jogadores inativos.

Nada menos que cinco atletas confirmados hoje estão sem clube. Na Copa anterior, todos estavam empregados.

A seleção recordista em jogadores sem vínculos com clubes é a Costa Rica, comandada pelo brasileiro Alexandre Guimarães.

Um dos destaques dos "Ticos", como são conhecidos internacionalmente os jogadores costarriquenhos, o atacante Paulo Wanchope, de 29 anos, é o principal nome desempregado.

Dos 23 jogadores convocados para a seleção do país centro-americano, ele é o artilheiro do elenco. Marcou 43 vezes em 67 confrontos internacionais.

Se Wanchope sentir a falta de ritmo de jogo, uma das opções para substituí-lo é o atacante Kurt Bernard, 28, que também está sem time no momento.

O terceiro jogador sem clube é o mais experiente dos três goleiros convocados. Álvaro Mesén, 33, hoje é o reserva imediato de José Francisco Porras, o goleiro do Deportivo Saprissa, terceiro colocado no último Mundial de Clubes. Mas o guarda-meta desempregado atuou em 40 jogos internacionais, contra só 16 de Porras.

Na seleção angolana, a única equipe do Mundial cujo técnico não é nascido na América do Sul ou na Europa -os dois únicos continentes que têm países com títulos da Copa-, há outro goleiro sem vínculo: João Ricardo.

Mas atletas desempregados não vão figurar apenas em seleções de menor expressão internacional. O Paraguai, que vai para seu terceiro Mundial consecutivo, também relacionou um jogador sem clube.

O atacante Jose Cardozo, 35, titular da equipe paraguaia na Copa de 1998, foi relacionado pelo treinador Anibal Ruiz, apesar de seu vínculo com o clube argentino San Lorenzo já ter acabado.

O veterano atacante, que é fã confesso de Romário, foi o artilheiro de sua seleção nas eliminatórias, quando anotou sete gols.

SELEÇÕES