UOL Esporte Olimpíadas de Inverno
 
25/02/2010 - 20h42

Atleta do bobsled americano é preso em Vancouver por suposta agressão

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Bill Schuffenhauer, atleta de 36 anos da equipe norte-americana de bobsled, foi preso na noite da última quarta-feira pela polícia de Whistler, sub-sede dos Jogos de Vancouver, para em seguida ser liberado após pagamento de fiança, informou o porta-voz do Comitê Olímpico dos Estados Unidos, Patrick Sandusky.

Segundo a imprensa local, a polícia de Whistler recebeu um chamado em torno das 23h denunciando que Schuffenhauer havia agredido sua companheira Ruthann Savage, que foi aos Jogos acompanhada do filho de quatro anos do casal.

O técnico da equipe norte-americana, Brian Shimer, confirma que Schuffenhauer participará da competição de bobsled de quatro homens na próxima sexta-feira. “Ele foi detido pelas autoridades e liberado. Agora estamos apenas finalizando nossa preparação para a corrida”, declarou Shimer.

A polícia canadense, no entanto, se recusou a comentar o caso. Schuffenhauer deverá se apresentar à corte da província de North Vancouver no dia 21 de abril para dar explicações.

Redenção pelo esporte

No passado, Schuffenhauer teve diversos problemas familiares e encontrou no esporte sua redenção. Pai e mãe viciados em drogas, mãe prostituta, pobreza e delinqüência juvenil fizeram parte de uma vida desregrada, até que foi adotado pela avó paterna, entrou na universidade e começou a competir no atletismo, modalidade que abandonou após lesão.

O atleta encontrou novo ânimo na carreira esportiva ao passar a competir no bobsled, modalidade que lhe rendeu uma medalha de prata nos jogos de Salt Lake City em 2002.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host