UOL Esporte Olimpíadas de Inverno
 
19/04/2010 - 08h02

Federação de luge não acha culpados para morte de georgiano: "fatalidade"

Das agências internacionais
Em Berchtesgarden (ALE)
  • Nodar Muaritashvili, da Geórgia, sofreu grave acidente em treino do luge nos Jogos de Inverno

    Nodar Muaritashvili, da Geórgia, sofreu grave acidente em treino do luge nos Jogos de Inverno

Depois de semanas de investigação, a morte do georgiano Nodar Kumaritashvili não leva culpados específicos, segundo a Federação Internacional de Luge, que segue com sua versão de que o que ocorreu foi uma fatalidade. O competidor treinava para os Jogos Olímpicos de Inverno, em Vancouver, quando sofreu um grave acidente e morreu no dia da abertura da competição.

Segundo a entidade, “não houve uma única razão” para a morte, mas um misto de fatores. “O que aconteceu com Nadar foi um acidente fatal imprevisível”, disse a federação, em um comunicado divulgado nesta segunda-feira.

Segundo o secretário-geral Svein Romstad, “depois de uma análise profunda, nós concluímos que não havia um motivo único, mas uma série complexa de eventos relacionados entre si que levaram a esta tragédia.”

No acidente, Nodar participava de treino quando seu trenó perdeu o controle. Ele voou para fora da pista e bateu violentamente fora da pista, não resistindo aos ferimentos.

Na época, muito se falou das condições da pista. Ela era considerada uma das mais rápidas já feitas para a disputa de luge e bobsled, causando temor em muitos pilotos. Para a competição, a organização dos Jogos de Vancouver fez alterações e mudou a largada do percurso em algumas provas para garantir a segurança dos competidores, que não tiveram maiores problemas durante a disputa.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host